Vovô de 93 anos adota cãozinho idoso que seria sacrificado porque ninguém queria adotá-lo

Sam é um pastor alemão branco de 13 anos. Ele viveu quase toda a sua vida em um abrigo à espera de alguém que se apaixonasse pelos seus olhinhos doces e o levasse para a sua casa. Infelizmente, Sam não teve muita sorte em encontrar um dono. Foram anos e anos sendo ignorado ou preterido. Com o passar dos anos, o pobre cãozinho foi ficando idoso e cansado. Os donos do abrigo decidiram que deveriam tomar uma atitude drástica em relação ao cão que nunca tinha sido adotado: praticar a eutanásia no pobrezinho.

Mas quando tudo parecia perdido e o destino de Sam já estava selado, eis que um milagre aconteceu: O telefone do abrigou tocou várias vezes e quando alguém atendeu, uma voz do outro lado da linha, parecendo vir de alguém já calejado pela vida, perguntou se havia ali algum cão idoso disponível para ser adotado.

E esta era a chance dourada de Sam.

A voz do outro lado da linha era de George Johnson, de 93 anos. Quando ouviram a história de vida do idoso, os funcionário do abrigo souberam imediatamente que precisavam promover o encontro de Sam e George.

O dono anterior de Sam o tinha abandonado para servir à marinha. Coincidentemente, George era um veterano da marinha, que procurava companhia depois de perder seu último parceiro de quatro patas. Quando estes dois se conheceram, souberam que essa amizade estava marcada para acontecer.

Depois de tantas decepções, Sam finalmente tem um lar amoroso. E George encontra o melhor amigo que poderia ter nesta vida. Às vezes o destino faz sua parte e cria milagres como este.

Fonte: Contioutra

Facebook

Quer mais histórias? Click »