Uma escola de Recife inclui ‘respeito aos animais’ no currículo e adota cães para dar exemplo

Dizem que ensinar por meio de exemplos é a melhor maneira de educar. Na Escola Municipal de Tempo Integral Antônio Heráclio do Rego é assimA escola é Localizada na cidade de Recife, em Pernambuco.

Lá a diretoria resolveu levar essa máximo a sério.

Há três anos, a vice-diretora do colégio público, Marília Oliveira, resgatou uma cachorrinha da rua e a abrigou temporariamente na instituição de ensino.

Júlia, como foi batizada, foi tão bem recebida pelos alunos e funcionários que acabou ficando permanentemente na escola. E cinco meses depois, ganhou um companheiro, Júlio, que também foi tirado das ruas. A chegada dos animais adotivos – e até mesmo a resistência de algumas mães em aceitar os cachorros no colégio – levou a diretoria a criar o projeto pedagógico Cãolega.

Sala de aula temáticas

Os professores passaram a trabalhar em sala de aula temáticas relacionadas a importância de respeitar os animais e o meio ambiente. E os cerca de 350 alunos da instituição foram convidados a apresentar trabalhos sobre o assunto.

Muito além das aulas teóricas, as crianças puderam aprender na prática lições de cidadania. Segundo a administração do colégio, ao conviver com Júlia e Júlio – que são devidamente vacinados, vermifugados e recebem acompanhamento médico de veterinários – as crianças apresentaram claros sinais de amadurecimento. As noções de responsabilidade se desenvolveram, o desempenho nas notas aumentou e a convivência com os colegas está muito melhor.

Mais do que isso, por conta do exemplo do colégio, vários estudantes também adotaram animais em suas casas.

Uma boa iniciativa para ser replicada em outras escolas do Brasil?

Foto: Antônio Tenório/PCR/ Divulgação

Fonte: The Greenest Post

Facebook

Quer mais histórias? Click »