Tartaruga é salva após ser encontrada com anzol preso na garganta

Uma tartaruga marinha foi encontrada próximo ao mar em sofrimento com anzol dentro da garganta e estava prestes a morrer.

O pobre animal estava envolvido em fios de pesca e anzóis quando encontrado no Paul do Mar, na Ilha da Madeira em Portugal. Os responsáveis por seu resgate conseguiram levar a tartaruga até um cais e então retiraram todo aquele lixo preso nela, mas infelizmente notaram que havia um anzol dentro de sua garganta, impossível de ser retirado no momento.

Então a tartaruga foi posta ao contrário para que não fugisse e biólogos do Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) foram ao seu resgate.

Mais tarde a tartaruga foi recolhida e entregue aos cuidados da Estação de Biologia Marinha, para tratamento.

O IFCN lembrou que “estas tartarugas pesam cerca de 20 gramas quando nascem, mas adultas podem ultrapassar os 200 quilos. São conhecidas por fazerem longas viagens através dos oceanos, realizando mergulhos que podem chegar aos cem metros de profundidade, mantendo-se submersas durante perto de 30 minutos.

Por volta dos 20 anos estes animais chegam à maturidade e regressam às praias onde nasceram para acasalar e colocar ovos. As Caraíbas, Cabo Verde e a Mauritânia são locais no Atlântico onde habitualmente constroem ninhos.

As fêmeas podem colocar mais de cem ovos numa postura. Normalmente, fazem três ou quatro posturas num mesmo ano, espaçadas por algumas semanas. Posteriormente, estão até três anos sem voltar a fazer ninho.

Alimentam-se essencialmente de outros animais, nomeadamente moluscos, caranguejos, medusas, anêmonas e até peixes”.

Facebook

Quer mais histórias? Click »