Segurança do Carrefour diz estar arrependido e assustado com a repercussão do caso

O segurança que não teve piedade do cachorrinho confessou ter sido o agressor. O segurança disse à polícia que usou uma barra de metal para machucar o cãozinho. Ele contou que fez para tirá-lo dos arredores do supermercado a pedido de um cliente.

Acompanhado de seu advogado, o segurança disse estar assustado com a grande repercussão do caso, que não pretendia matar o animal e que está arrependido.

O que mais nos revolta é o fato de que esse homem foi liberado após prestar depoimento. Pode ter pena prevista de três meses a um ano de prisão, além de multa. Que pode ser aumentada em até um terço por causa da morte do animal.

Para todos nós que nos comovemos com o acontecido, com tamanha violência que esse cachorrinho sofreu, as penas ainda são extremamente pequenas se comparada com a agressividade do assassinato.

Devemos sempre estar atentos para que casos de maus tratos nunca fiquem impunes.

Fonte: Amo Meu Pet

Facebook

Quer mais histórias? Click »