Rejeitada por sua aparência, cadela é adotada por mulher e suas duas filhas

Quando se trata de escolher um animal de estimação, a maioria das pessoas prefere pagar para ter um cão de raça pura. Entretanto, é preciso levar em consideração que também há cães de rua que ficariam felizes em morar em uma casa confortável e receber amor. 

Uma cadelinha minúscula e de aparência incomum com cicatrizes faciais e pálpebras inflamadas foi adotada de um abrigo de animais graças à sua personalidade extrovertida.

Lisa parece um pouco com uma adorável hiena, com seu focinho preto e manchas no rosto. Ela foi levada a um abrigo com apenas 10 semanas e precisou ser transferida para a Humane Society of Silicon Valley, onde passou por uma cirurgia para corrigir suas pálpebras inflamadas.

A equipe do abrigo acreditava que seria uma tarefa árdua encontrar um lar para esta menina devido à sua aparência incomum. Eles também precisavam ter certeza que a família que se oferecesse para levá-la iria olhar além das cicatrizes de Lisa e amá-la como o cachorrinho feliz que ela queria ser.

Felizmente, Christine Doblar e suas duas filhas apareceram na vida de Lisa.

Elas haviam perdido seu cãozinho recentemente e buscavam outro animal para preencher o buraco em seus corações. Por isso, elas resolveram fazer um passeio pelo abrigo, onde conheceram, brincaram e acariciaram todos os cachorros do local.

Infelizmente, Christine e sua família foram embora sem conseguir tomar uma decisão. No entanto, com o passar das horas, apenas um cachorrinho voltou à sua memória: Lisa. A ideia de imaginar que outro visitante poderia adotá-la as deixou completamente nervosas, por isso voltaram a toda velocidade para o abrigo.

“Ela tem um visual particular, mas também uma personalidade maravilhosa e vibrante”, relatou Christine. “Lisa veio a cada uma de nós e foi tão amorosa e exuberante com cada pessoa que cumprimentou. Vimos outros cães, mas nenhum se compara a ela.”

As 3 meninas encontraram Lisa novamente, a pegaram nos braços e a carregaram para casa. Agora, a cadelinha se chama Lucky e vive muito feliz com sua nova família, que sempre faz questão de desfrutar de sua companhia.

“Obrigada a todos vocês que deram a esta menina tanto amor e carinho ao longo de sua jornada! Ela é uma cachorrinha feliz, confiante e contente. Estamos muito gratos por agora tê-la em nossa família!”, finaliza Christine.

A história de Lucky, Christine e suas filhas prova que todos merecem um lar, independente de sua aparência! Esperamos que nossos leitores tome isso como lição para adotar e não comprar cães de raça.

Fonte: Adote Um Cachorro

Facebook

Quer mais histórias? Click »