O que acontece com o seu corpo se você comer dois cravos por dia

Os cravos são um botão de uma flor rosada, seca e perfumada, que vem de uma árvore nativa da Indonésia. É uma das especiarias mais escolhidas e usadas no mundo. Além do sabor adocicado e picante que proporcionam aos alimentos, os cravos também são conhecidos em muitos lugares por suas propriedades medicinais.

Neste post vamos compartilhar com você os benefícios proporcionados ao seu organismo se você comer dois cravos por dia.

Portanto, antes de mudar sua dieta, consulte um médico.

Os cravos

1. Cravos fortalecem o sistema imunológico

Ao aumentar a quantidade de glóbulos brancos no organismo, que ajudam a combater infecções, os cravos são uma das melhores especiarias que podemos ingerir para aumentar a imunidade. E tudo isso graças à vitamina C contida neles.

2. Ajudam a tratar problemas digestivos

Os cravos podem ser usados como medicamento para tratar problemas digestivos, pois aumentam a secreção de enzimas. Eles também reduzem gases e a náusea. Sem mencionar que os cravos são cheios de fibras, o que promove a saúde digestiva e ajuda a prevenir a constipação. A melhor maneira de tratar esses problemas com cravos é consumi-los em pó ou torrados com mel.

3. Podem aliviar as dores de dente

Esta especiaria tem propriedades anestésicas locais. Se estiver com dor de dente, mantenha um cravo em cima do dente danificado para eliminar o desconforto, até que possa ir ao dentista.

4. Contribuem para um fígado saudável

O fígado é o órgão encarregado de desintoxicar nosso organismo e metabolizar os medicamentos que tomamos. O eugenol presente no óleo de cravo melhora a função hepática.

5. Ajudam a reduzir a dor e a inflamação no corpo

O eugenol também confere aos cravos suas propriedades analgésicas e anti-inflamatórias. Uma maneira de aproveitar isso é usar essa especiaria contra a dor de cabeça. Você pode fazer isso de duas maneiras: ingerindo ou usando-o de forma tópica. Se preferir consumir, pode misturar o cravo em pó com sal em um copo de leite e beber para aliviar a dor de cabeça. Se quiser usar apenas topicamente, pode mergulhar o cravo no óleo de coco e massagear suas têmporas para sentir alívio.

E ainda…

6. São bons para os ossos e articulações

Os cravos têm certos elementos como flavonóides, manganês e eugenol que promovem a saúde dos ossos e articulações. Essas substâncias aumentam a densidade óssea, estão envolvidas na formação do tecido ósseo e transportam minerais saudáveis ​​para os nossos ossos.

7. São antibactericidas

Um estudo realizado na Universidade de Buenos Aires usou cravos para testar algumas bactérias bastante sérias, como a E. coli e o estafilococo. A pesquisa mostrou que o óleo de cravo foi eficaz na eliminação dessas bactérias. Há até uma receita de enxague bucal feito a base de ervas, com óleo de melaleuca, cravo e manjericão. De acordo com o Departamento de Periodontia da Universidade da Bélgica, este enxágue natural pode melhorar a saúde das gengivas e reduzir a quantidade de bactérias e placas na boca, depois de usado por apenas 21 dias.

8. Possuem ação antioxidante

Os cravos são a fonte alimentar número um e mais potente de polifenóis. Polifenóis são basicamente produtos químicos que absorvemos quando ingerimos cacau, uva e plantas medicinais e são muito benéficos ao nosso organismo, ajudando na redução do colesterol e da pressão sanguínea, melhorando a função e a flexibilidade das artérias e aumentando a longevidade.

9. Eles podem ajudar a regular o açúcar no sangue

O cravo é ideal para pessoas com problemas de açúcar no sangue, como diabetes, porque age como insulina dentro do organismo. Ajuda a exportar o excesso de açúcar do sangue para as células do corpo, restaurando o equilíbrio e os níveis dessa substância no organismo.

10. Ajudam na coagulação do sangue

Os cravos contêm vitamina K, que é essencial para promover coagulação sanguínea saudável. Isso é especialmente benéfico para aqueles que têm problemas de sangramento excessivo devido à deficiência de vitamina K.

Fonte: Incrivel

Facebook

Quer mais histórias? Click »