Na Itália voluntários criam válvula impressa em 3D para salvar pacientes com Covid-19

O surto de coronavírus (Covid-19) sobrecarregou grande parte dos hospitais italianos, especialmente nas últimas duas semanas.

Conforme o país tenta controlar o número de novos casos, que ultrapassou a marca de 30 mil infectados, há um enorme esforço para curar aqueles que não tiveram a oportunidade de se preparar para a chegada do vírus. Toda ajuda é bem-vinda.

Na semana passada, um hospital lotado de pacientes no norte da Itália esgotou seu estoque de válvulas para máquinas respiratórias, que ajudam os pacientes a resistirem à síndrome respiratória aguda grave, causada pelo coronavírus.

Válvulas são essenciais para permitir a respiração dos infectados

Cientes da notícia, comerciantes e pequenos empresários locais do setor de tecnologia se uniram para ajudar o hospital com o auxílio da impressão 3D.

A fabricação e transporte das válvulas levaria muito tempo. Uma alternativa viável, além de mais rápida e barata, poderia ser feita com impressoras 3D, a partir de um molde digital feito via computador.

Massimo Temporelli, fundador do laboratório de fabricação digital FabLab, foi um dos responsáveis pela produção em massa das válvulas para as máquinas respiratórias. Elas ventilam mecanicamente os pulmões e misturam o oxigênio com o ar, ajudando os pacientes que estão com insuficiência respiratória.

Engenharia reversa

Com a ajuda de Cristian Fracassi, fundador e CEO da empresa de engenharia Isinnova, e Michele Faini, especialista em fabricação de impressão 3D e designer de pesquisa e desenvolvimento da Lonati SpA, o trio fez a engenharia reversa das válvulas e começou a produzir novas unidades em questão de horas.

“Estávamos prontos para imprimir as válvulas nas primeiras horas e no dia seguinte [começamos a produzir] 100 válvulas”, relatou Michele.

Pacientes agradecem

Christian levou uma impressora 3D para o hospital e imprimiu algumas válvulas lá mesmo. Com isso, centenas de pacientes foram atendidos com mais rapidez.

Os pacientes com Covid-19 do Hospital de Chiari agora podem respirar graças a essas válvulas impressas em 3D. Enquanto a pandemia de coronavírus se espalha, outros hospitais podem estar em risco de escassez semelhante.

Combate ao coronavírus precisa ser feito em conjunto

Gerrit Coetzee, um engenheiro de design de São Francisco, nos EUA, convidou seus colegas designers e engenheiros para projetarem uma válvula para máquina respiratória de código aberto, isto é, livre e gratuita, para que qualquer empresa, órgão público ou indivíduo que tenha uma impressora 3D em casa possa fabricar o dispositivo por conta própria.

“Ter acesso a esse dispositivo pode ser um fator decisivo entre a vida e a morte dos pacientes com o coronavírus”, afirmou.

“Espero que todas as pessoas entendam que temos que trabalhar juntos [para] parar essa pandemia”, diz Michele Faini. “Todos nós temos que ficar seguros e usar nossas habilidades para ajudar [aqueles] que ainda não estão”, concluiu.

Fonte: Razoes Para Acreditar

Facebook

Quer mais histórias? Click »