Mulher que não pode andar se junta a homem cego em caminhadas. “Ele é as pernas, eu sou os olhos.”

Pub

Uma dupla ‘atípica’ trouxe um novo significado para a palavra “determinação”. Enquanto um não pode andar, o outro não pode ver. Juntos, eles se completam em aventuras pelas montanhas rochosas do estado norte-americano do Colorado.

Melanie Knecht nasceu com espinha bífida (malformação congênita caracterizada por um fechamento incompleto do tubo neural), o que a torna incapaz de caminhar. Para se locomover, ela usa uma cadeira de rodas.

Trevor Hahn ficou cego após ter contraído um glaucoma, há cinco anos. Ambos moram em Fort Collins, Colorado, e se conheceram em uma aula de boxe adaptado. Fizeram amizade e se reencontraram em uma aula adaptada de escalada.

https://www.instagram.com/p/Bzx_XppFAsH/?utm_source=ig_embed

Unindo forças, eles começaram a acampar e se aventurar pelas montanhas. A ideia surgiu após Melanie contar à Trevor sobre uma viagem que fez pela Ilha de Páscoa, onde ela pôde ser carregada nas costas por outra pessoa, permitindo que ela desbravasse o local e se divertisse.

á Trevor conseguiu escalar um pico do Himalaia com a ajuda de um amigo e instruções faladas de seus companheiros.

Pub
“Ele é as pernas, eu sou os olhos – somos o time dos sonhos!”, brincou Melanie.
https://www.instagram.com/p/Bt6NKIZH6Um/?utm_source=ig_embed

Nas caminhadas, Trevor leva a amiga nas costas, enquanto ela lhe dá instruções verbais para transitar na trilha. Desde fevereiro, eles têm compartilhado suas aventuras no Instagram.

“Fico muito feliz em ajudar alguém a experimentar o que eu pude experimentar toda a minha vida”, disse Trevor. “A melhor parte de tudo é poder fazê-la sorrir – isso me dá propósito.”

Pub

Fonte: Razoes Para Acreditar

Pub
Facebook

PODE GOSTAR TAMBÉM