Mulher cria prateleira solidária para ajudar pessoas carentes em época de pandemia

Uma moradora de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, resolveu criar uma prateleira solidária para fornecer alimentos e produtos de limpeza para quem não tem dinheiro para comprar. Suelen Galvão Jansen disse que quer “viralizar a empatia” durante a pandemia do novo coronavírus.

Até esta quarta-feira (18), Ponta Grossa não tinha nenhum caso confirmado da doença. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o Paraná tem 14 casos da Covid-19.

Suelen, que trabalha como arteterapeuta, contou que teve a ideia depois de ver pessoas estocando comida. Para ela, o objetivo foi fazer um movimento contrário.

“Em vez de pânico, de medo, de estocar comida, de pensar só na gente, acho que a gente tem que se preocupar com os outros. A ideia é viralizar o bem, o amor, a empatia”, disse.

Para criar a prateleira, Suelen instalou dois caixotes no portão da casa onde mora. Ela também fez uma lista de produtos que tinha em casa e estavam sobrando.

Depois de montar os caixotes, a arteterapeuta convidou vizinhos para participar da ação.

Cooperação

Suelen notou que os produtos que estão sendo mais procurados pelas pessoas que passam pela prateleira são itens de higiene, como sabonetes e papel higiênico.

Para que mais pessoas possam ser beneficiadas, a arteterapeuta resolveu dividir alguns itens. Um sabonete, por exemplo, foi partido em quatro.

O sentimento de partilha é justamente o que Suelen diz buscar na prateleira solidária. Para a arteterapeuta, é preciso substituir a ideia de competição por cooperação.

“Quando você vai ao mercado e enche três, quatro carrinhos, você tá competindo. Quando você pega um para você e um para o outro, você coopera. É assim que a gente vai se salvar.”

Fonte: G1

Facebook

Você vai adorar estas!