Monstros negligenciaram ​​cadela e a deixaram para morrer sozinha

A Rainha foi usada, abusada e explorada de todas as formas possíveis. E quando ela foi considerada “inútil” ela foi descartada como um pedaço de lixo e deixada para morrer.

Felizmente, um pequeno grupo de equipes de resgate se reuniu para ajudá-la. E levaram-a para Viktor Larkill de Let’s Adopt, um resgate de animais na Holanda que trata e reabilita animais maltratados e feridos em todo o mundo.

Rainha é um cão Ibizan, uma raça muito original da família Hound. Ela não merecia o abuso que sofreu e foi levada às pressas para uma clínica veterinária.

Desde que ela era incapaz de se levantar, os veterinários pensaram que ela pode ter fraturado as costas. Mas um raio-x revelou que ela tinha um nível muito alto de leishmaniose, que se desenvolveu em polineuropatia.

A leishmaniose é uma doença causada por um parasita transmitido por uma picada de flebótomo. Se não tratada, poderia evoluir para coisas piores (o que no caso da Rainha o fez) e se tornar fatal.

Sua leishmaniose foi deixada sem tratamento por tanto tempo que danificou vários nervos periféricos, que é a polineuropatia.

Os monstros que fizeram isso, a exploraram muito até que ela ficou doente e depois a jogaram nos campos para morrer.

Embora seu futuro fosse sombrio, veterinários e voluntários se recusaram a desistir dela. Rainha ainda estava comendo sozinha e parecia de bom humor apesar do que estava passando.

O abrigo continuou seu tratamento, mas infelizmente seu corpo não estava reagindo a isso.

“Seu dono permitiu que ela se deteriorasse a ponto de não retornar”, escreveu Larkill em seu blog . “Eu não posso entender como alguém pode assistir a um cachorro desmoronar a este ponto sem fazer nada sobre isso, mas é o que eles fizeram.”

Infelizmente, a Rainha acabou não resistindo, mas seus últimos dias foram preenchidos com amor e carinho. Ela estava cercada por pessoas que a amavam, e conseguiu deixar este mundo sabendo que existem seres humanos gentis que nunca a negligenciariam como os monstros antes disso.

Fonte: I Love My Dog

Facebook

Quer mais histórias? Click »