Médicos deram ao homem 24 horas de vida, mas ele venceu o Covid-19 e voltou a abraçar sua mãe

Ben McCafferty lutou contra a Covid-19 durante duas semanas num hospital do Reino Unido, quando inicialmente os médicos lhe deram apenas 24 horas de vida, pois não acreditavam que o homem de 34 anos conseguisse superar a doença.

“O Ben chegou há quinze dias muito mal com Covid-19 e não esperávamos que ele sobrevivesse“, contou Neil, padrasto de Ben. “Disseram-nos que a taxa de sobrevivência seria muito baixa. Mas com a equipe, a ajuda e o apoio que teve, ele conseguiu“, disse ainda Neil.

“Foi-me dito por um dos médicos que ele tinha uma chance em dez de sobrevivência, realmente não parecia bom. Tu tens medo do pior”, explicou Neil.

“Estamos impressionados com o fato dele estar de regresso a casa seguro”, afirmou o padrasto, agradecendo a todos os profissionais de saúde que cuidaram do enteado.

Ben, que aprendeu a viver com o síndrome de down, derrotou o coronavírus e conquistou mais uma nova vitória na vida.

Enquanto caminhava pelos corredores, despedindo-se das enfermeiras que o trataram, foi recebido e surpreendido pela sua mãe, Di Margerison, que não o via há semanas devido às restrições impostas para impedir a propagação do coronavírus.

MOST of you know my Uncle ben, the most lovely special man In this world! Today he was let home from BRI after fighting the Coronavirus! At times things weren't looking good but hes fought it like the true fighter he is! Proud as Punch! 😭😍💖 Diane Margerisonneemccafferty Ken McCafferty

Posted by Lauren Holdsworth on Saturday, April 18, 2020

Fonte: Ta Bonito

Facebook

Quer mais histórias? Click »