“Más notícias: estou morta.“ A carta de uma mãe em fase terminal que fez 100.000 pessoas chorarem e rirem no Facebook

Heather McManamy tinha 36 anos quando os médicos lhe diagnosticaram cancro da mama. Alguns anos depois, os profissionais de saúde disseram que a doença estava muito avançada e só lhe restavam 6 semanas de vida!

 Facebook - Heather McManamy
Facebook – Heather McManamy

Antes de partir, ela resolveu escrever uma carta de despedida. Quando faleceu, o seu marido, Jeff McManamy, cumpriu o seu último desejo: colocar o seu texto no Facebook.

“Então… tenho boas e más notícias. A má notícia é que, aparentemente, estou morta. A boa é que, se tu estás lendo isto, com certeza não estás (a não ser que tenham wifi no além)“.

“Tenho sorte em poder dizer, com toda a sinceridade, que tenho zero arrependimentos e que gastei todas as minhas energias tentando viver a vida ao máximo. Eu amo-vos a todos e agradeço a cada um por ter dividido comigo momentos maravilhosos“.

 Facebook - Heather McManamy
Facebook – Heather McManamy

“… não diga à Brianna que estou no céu… Porque eu não estou no céu. Estou aqui. Só não estou nesta porcaria de corpo que se virou contra mim. A minha energia, o meu amor, o meu riso, e todas aquelas lembranças incríveis, estão todas aqui com vocês“.

“Eu detesto deixar as pessoas tristes. Mais do que qualquer coisa, eu adoro fazer com que as pessoas riam. Então, por favor, em vez de ficarem remoendo a tragédia da minha morte, riam das lembranças que criámos juntos e do quanto nos divertimos“.

Por favor, conta histórias à Brianna, para que ela saiba o quanto eu a amo e como sempre me vou orgulhar dela… Porque não há nada na vida que eu ame mais do que ser mãe dela”.

 Facebook - Heather McManamy
Facebook – Heather McManamy

“… o cancro pode ter tirado tudo de mim, mas não me tirou o amor, a esperança ou a alegria… Eu não perdi, caramba. Eu considero a forma como vivi com cancro durante anos uma vitória enorme”.

 Facebook - Heather McManamy
Facebook – Heather McManamy

“… eu tive a sorte de passar mais de uma década com o amor da minha vida e o meu melhor amigo, o Jeff. As almas gémeas existem… Ele é, com certeza, o melhor marido do universo… Mesmo nos piores dias imagináveis, encontramos uma forma de rir juntos. Eu amo-o mais do que a própria vida e acredito sinceramente que este amor, tão especial, só pode ser eterno“.

 Facebook - Heather McManamy
Facebook – Heather McManamy

“… estou muito grata por ter compartilhado tantos anos da minha vida com o Jeff. Eu amo-te. E eu acredito que a nossa filha é uma encarnação desse amor. Só de pensar que vou ter que me despedir de vocês, parte-me o meu coração… a última coisa que eu quero nesta vida é fazer-vos sofrer”.

Vocês são o meu mundo e não há palavras que descrevam o quanto eu amei cada instante que passámos juntos“.

 Facebook - Heather McManamy
Facebook – Heather McManamy

“Amigos, eu amo-vos a todos e agradeço-vos a cada um pela vida inacreditável. E obrigada a todos os médicos e enfermeiros maravilhosos que cuidaram tão bem de mim… Se forem ao meu enterro, por favor certifiquem-se de que a conta do bar esteja à altura da ocasião. Liguem o som, ponham a música “Keg on My Coffin” (Barril de cerveja no meu caixão) e dancem em cima da mesa (neste momento é bom que alguém esteja a dançar)“.

Eu acredito que, de alguma maneira, eu vou arranjar uma maneira de lá estar (sabem que detesto perder uma boa festa)… isto não é um adeus, e sim um até breve. Por favor, façam uma coisa por mim: tirem alguns minutos de cada dia para celebrar esta aventura frágil e louca da vida. E nunca se esqueçam: cada dia é importante.

 Facebook - Heather McManamy
Facebook – Heather McManamy

Apesar de doente e triste, Heather conseguiu escrever um último texto onde mostra a sua personalidade humorística, e, ao mesmo tempo, o amor que sentia por todas as pessoas que fizeram parte da sua via.

Vamos partilhar este belo exemplo de luta e coragem!

Facebook

Quer mais histórias? Click »