Juiz do RS recusou auxílio moradia e aproveita tempo para cuidar de praça pública

O auxílio-moradia pago a magistrados brasileiros tem sido alvo de justificadas críticas nas últimas semanas. Desde 2014, todos os juízes do país recebem um valor padrão de R$ 4.177,00. Esse valor é para pagar por um lugar para viver. Acontece que a maioria deles possui casa própria. E sem falar no salário base de R$ 27 mil para juízes titulares.

Celso Fernando Karsburg, juiz do trabalho que vive e atua em Santa Cruz do Sul (RS), foi o primeiro magistrado do país a se recusar publicamente a receber o benefício. Somando os valores que seriam pagos desde 2014, ele abriu mão de mais de 170 mil reais. E voltou a ganhar as manchetes nas últimas semanas por outro motivo.

Um vizinho de Celso Fernando usou o Facebook para compartilhar fotografias do juiz. As fotos mostram o juiz sentado em um cortador de grama enquanto cuidava da Praça pública Ernesto Frederico Söhnle, que fica perto de sua casa.

Alguém já viu no Brasil, algum Juiz Federal cortando a grama de uma Praça Pública??? E ainda que devolve o seu auxílio…

Posted by Luis Leandro Grassel on Friday, February 2, 2018

O trabalho começou há três anos, por iniciativa do juiz. E que hoje conta com a ajuda de outros moradores do bairro para manter a praça bem cuidada. Toda sexta-feira, ele pega o cortador emprestado em um campo de futebol da cidade e dedica de 2 a 3 horas para aparar a grama.

Além do trabalho de manutenção permanente, ele também fez parte de um movimento, em conjunto com a prefeitura e empresários da cidade/ Que permitiu a construção de uma calçada e a plantação de várias flores na praça.

Fonte: Hypeness

Facebook

Quer mais histórias? Click »