Jovem de Campina Grande transforma pneus velhos em caminhas para cães e gatos

Cortar, lavar, pintar e desenhar. É esse o procedimento feito todos os dias pelo paraibano Amarildo Silva, de 23 anos, que transforma pneus velhos em caminhas para cães e gatos. O microempreendedor uniu a vontade de ajudar os animais ao que sempre gostou de fazer: artesanato.

Amarildo Silva mora em Campina Grande e há um ano e seis meses tem se dedicado a fazer a alegria de cães e gatos dando conforto aos animais com as caminhas decoradas. O paraibano sempre gostou de fazer artesanato com materiais que seriam descartados no lixo. Então viu a possibilidade de contribuir com o meio ambiente. E através disso, ainda ganhar uma renda extra.

Tudo que fosse lixo e que desse para aproveitar, o artesão transformava em algo novo. Foi assim que ele começou a desenvolver as novas caminhas para os animais. Amarildo percebeu que pneus velhos são usados como refúgio pelos cães que vivem nas ruas da cidade. Então surgiu a ideia, mas ele queria fazer diferente.

“Eu vi uns cachorrinhos dormindo dentro de pneus velhos no meio da rua e fui pesquisar ONGs que cuidavam de animais na cidade. E vi que elas também usavam pneus como caminhas para os bichinhos dormirem. Foi então que eu decidi criar um modelo diferente e divertido pra isso”, conta o artesão Amarildo Silva.

Enfeites para o Natal

Com os pneus, o artesão também faz decorações de ambientes públicos. Para o Natal deste ano, por exemplo, ele já trabalhou com o que ama. Amarildo transformou o material em árvores de Natal e bonecos de neve.

Dando nova vida aos materiais que iriam para o lixo, o paraibano acredita que seus projetos contribuem para um mundo mais sustentável. E segue apostando em ideias inovadoras que gerem impacto socioambiental.

Sustentabilidade

No início, o paraibano fazia as caminhas e doava para ONGs que cuidavam de animais retirados das ruas da cidade. O artesão publicava nas redes sociais fotos das criações. E mais tarde, começou a receber pedidos de pessoas querendo comprar as caminhas.

Antes de começar a transformar os pneus velhos em caminhas para cães e gatos, Amarildo trabalhava como operador de caixa em uma rede de supermercado de Campina Grande. Após três anos, ele enxergou nos pneus velhos o sonho que sempre teve: trabalhar para ele mesmo através do artesanato, pensando sempre na sustentabilidade.

Além das caminhas, Amarildo reutiliza materiais que iriam para o lixo na produção de outros trabalhos. Ainda com os pneus velhos, ele cria pufes, lixeiras ecológicas, jardineiras, mesas de centro e transforma terrenos baldios em espaços de lazer.

Produção acontece na casa do artesão

Já são mais de 1.500 caminhas feitas pelo artesão. A produção acontece na casa dele. Com a ajuda da família, Amarildo recolhe os pneus velhos nas ruas. “Eu pego os pneus em grande quantidade, seja nas ruas, borracharias, terrenos baldios, onde eu encontrar… Tenho apoio apenas da minha família, dou passos curtos sem investimentos externos”, explica.

O artesão recolhe os pneus velhos que consegue nas ruas, leva para casa e coloca todo o material no quintal da residência. Amarildo possui um quarto no local apenas para guardar os pneus, que depois separa para transformar nas caminhas para os animais.

“Eu consigo guardar até 300 pneus neste espaço reservado no quintal da minha casa”, afirma. Depois de separar os pneus, cortar, lavar e pintar, o artesão começa a montagem das novas caminhas. A decoração dos antigos pneus acontece desde o acabamento com estofado até desenhos coloridos e nomes dos animais.

Hoje a produção das caminhas acontece também por encomenda, a maioria que o artesão faz já é para venda. Amarildo consegue atender os pedidos feitos de Campina Grande e João Pessoa. Com a ideia, o paraibano se tornou um microempreendedor individual e, segundo ele, pessoas de todo o Brasil querem adquirir as caminhas para seus bichinhos.

“Quando eu postei uma foto da ideia em uma rede social, muita gente gostou e compartilhou. Pessoas do país inteiro fazem pedidos, mas não tenho estrutura pra atender todo mundo”, lamenta.

A ideia foi tão compartilhada nas redes sociais que, em fevereiro deste ano, o paraibano foi convidado para participar do programa “É de casa”, da TV Globo, no Rio de Janeiro. O artesão apareceu no programa ensinando como transformar os pneus velhos nas caminhas para cães e gatos.

Projetos sociais

Amarildo também trabalha em projetos sociais. Ele promove oficinas de como transformar os pneus em artesanato, para estudantes da Paraíba. Atualmente, o artesão realiza projetos em uma escola pública de Campina Grande e na cidade de Remígio, no Agreste do Estado.

“Os dois projetos são para transformar terrenos baldios em áreas de lazer. E na escola de Campina Grande, eu faço com a ajuda dos estudantes”, revela.

Por Érica Ribeiro, G1 PB (sob supervisão de Krys Carneiro)

Fonte: G1

Facebook

Quer mais histórias? Click »