Jovem com síndrome de Down emociona mãe ao ser aprovado na faculdade de Direito

O cearense William Vasconcelos, 23 anos, tem síndrome de Down e está no terceiro semestre da faculdade de Direito, em Sobral.  Nenhuma outra pessoa da família comemorou mais a conquista de William que sua mãe, Eridam Vasconcelos.

Por tudo o que eles passaram juntos até o filho aparecer na lista de nomes aprovados no vestibular. Em conversa com o Razões, Eridam contou que os médicos não deram nenhum diagnóstico pra ela quando William nasceu. Ela só percebeu que havia algo diferente quando William completou seis meses.

“Comecei a perceber que ele tinha dificuldade para sentar, segurar o pescocinho”, lembra Eridam.

Após descobrir que William tinha síndrome de Down, Eridam buscou apoio na Apae. Passando por dificuldades, Eridam se dedicou integralmente aos cuidados do filho.

“A gente não tinha uma boa condição financeira. Só tinha muito amor e o desejo de cuidar.  Dediquei dois anos da minha vida ao William. Eu dei e continuo dando o meu melhor até hoje”, afirma a mãe, emocionada.

Aprovado no vestibular com bolsa integral

Desde pequeno William dizia que queria ser advogado, conta Eridam. Mas mesmo Eridam não imaginava que o filho pudesse passar no vestibular para Direito. Lá no fundo, tinha medo de William sofrer caso não fosse aprovado: preocupação de mãe, né? Ela sugeriu a William tentar o curso de Pedagogia.

“Eu disse ‘filho, vamos tentar Pedagogia porque é menos concorrido, tem mais chance de você passar’.”

Para o orgulho da mãe, William foi aprovado no vestibular para cursar Direito na faculdade Luciano Feijão, a melhor de Sobral.

“A minha filha me ligou e perguntou se eu estava sentada. Ela falou que ele tinha sido aprovado, eu fiquei em estado de choque. Eu não acreditava que ele iria passar.”

E pra alegria ser ainda maior, a faculdade doou uma bolsa de estudo integral para William. “Eles deram os parabéns e disseram que o William ia ganhar uma bolsa de 100%. Só ia pagar a matrícula. Eu fiquei muito feliz!”

William tem feito bonito: sua última nota foi um 10! A interação com os colegas e professores é muito boa. “Ele está evoluindo muito, lê melhor, se comunicar melhor”, comemora Eridam.

Se vai atuar como advogado, promotor ou juiz, só o tempo irá dizer, mas os sonhos de William não terminam na advocacia: ele também sonha em ser ator de novela, inclusive, está matriculado no curso de Teatro!

Homenagem de O Boticário

Toda a dedicação de Eridam a William inspirou a campanha do Dia das Mães de O Boticário, produzido pela agência AlmapBBDO. O vídeo emociona narrando a dedicação de Eridam para William desenvolver suas habilidades até a aprovação do filho no vestibular para Direito, mostrando a outras mães de filhos com Down o quanto eles podem ir longe, acredita Eridam.

“Eu agradeço por dividir minha história com boa parte do Brasil e do mundo. Para as famílias verem o quanto eles são capazes. Depende muito da família, do apoio, do amor, da interação. Eu não tinha dinheiro, uma boa condição financeira. Foi o amor em primeiro lugar e o acreditar no meu filho porque ele nunca desistiu!”, finaliza Eridam.

Fonte: Razoes Para Acreditar

Facebook

Quer mais histórias? Click »