Jornalista comove o mundo ao mostrar a realidade dos cães abandonados na Ucrânia

Pub

Um jornalista comove o mundo ao mostrar a realidade dos cães abandonados na Ucrânia.

Daniel Silva, jornalista da Meganoticias , visitou um abrigo onde se encontram mais de 300 cachorros. O destino de centenas de peludos é completamente incerto, pois estão no meio de um conflito que só deixa dor, morte e destruição.

Tornaram-se virais imagens onde Ucranianos são vistos carregando uma pequena mala com o essencial, e em seus braços portanto, aquele membro peludo que é um da família.

A realidade no entanto, é que nem todos conseguiram levar consigo aqueles que tanto amam.

Alguns com o coração enrugado tiveram que deixar seus animais de estimação na esperança de então, um dia se reunirem. Muitos deixaram seus filhotes porque os hotéis não os receberam. Ou então, não sabiam se poderiam viajar com eles.

Pub
A esse respeito, o jornalista comentou:

“Eles não entendem o que aconteceu, mas sentem a ausência de seus entes queridos. Esses filhotes fazem parte de famílias, têm humanos que os amam, cuidam deles e agora estão sozinhos.

Jornalista comove o mundo

Uma vez no abrigo, o jornalista pode presenciar a forte realidade que está atingindo de frente esses seres sem voz. Estes que dependem portanto, completamente de pessoas gentis que arriscam suas vidas para salvá-los .

Chocado, ele pega nos braços um cachorrinho que foi abandonado em uma estação de trem.

Pub

Alguns filhotes foram abandonados, outros foram entregues ao abrigo voluntariamente. Todos portanto, vítimas silenciosas da guerra.

A este respeito disse:

“As outras vítimas da guerra na Ucrânia, centenas de cães estão esperando para ver seus donos novamente em Leopolis. Alguns foram abandonados por famílias que fugiram do país, mas outros foram entregues temporariamente.

Pub

Eles não entendem o que aconteceu, mas sentem a ausência de seus entes queridos.”

Existem muitos filhotes que estão conseguindo sobreviver graças ao incrível trabalho de organizações e abrigos amantes de animais.

https://www.instagram.com/p/Ca0umV2joDo/?utm_source=ig_embed&ig_rid=e6bfcdd5-f7e6-4e1f-9baa-3e57d070600e

A dona deste abrigo comentou que se as famílias não puderem retornar, ela fará portanto, todo o possível para cuidar deles até o último momento.

“Há mais vítimas desta guerra que não são humanas. Há vítimas animais.

Estes cachorros fazem parte de uma família. Têm donos, têm humanos, que os amam, que cuidam deles e agora estão sozinhos.

Muitos foram entregues temporariamente. Outros foram abandonados a caminho da fuga”. Disse então Daniel.

Este é o outro lado da guerra, aquele que danifica, tortura e mata. É triste ver como esses seres indefesos têm que sofrer diante dos problemas do homem.

Esperamos que este pesadelo termine logo. Que os milhares de refugiados possam portanto, encontrar a serenidade que tanto precisam nestes tempos de turbulência. E que Deus lhes dê forças para voltar e se reunir com seus animais de estimação.

Agradecimentos infinitos a todos os amantes peludos, socorristas, abrigos. A todos aqueles heróis que por amor e respeito arriscam suas vidas para salvar e proteger os mais vulneráveis.

Esperamos portanto, que tudo acabe logo!

Fonte: Zoorprendente

Veja também:

Pub

Se inscrevam no nosso canal para ter informações do mundo dos pets. Clique AQUI.

Facebook

PODE GOSTAR TAMBÉM