Idoso de 98 anos usa as suas economias para abrir um santuário para animais

Existem pessoas com um coração grande e muita, muita sorte na vida. O protagonista dessa extraordinária história, um americano de 98 anos chamado Russ Gremel, pode muito bem dizer que, ao final de sua longa vida, decidiu fazer com que os 2 milhões de dólares acumulados graças ao seu investimento em ações dessem frutos, criando um refúgio para animais e para a sua preservação. Um gesto que comoveu muitos cidadãos de Illinois, nos Estados Unidos.

No passado, o irmão de Russ o convenceu a investir em farmácias; ele disse que “todas as pessoas sempre precisarão de remédios e as mulheres sempre precisarão de cosméticos”. Russ acreditava ter feito a escolha certa ao comprar US$ 1.000 em ações da rede de farmácias de Chicago chamada Walgreens.

Nas últimas sete décadas, esse investimento se transformou em mais de US$ 2 milhões, chegando a um valor total de 27.648 ações!

Agora que tem 98 anos, Russ não queria nada além de dar toda a sua fortuna à Illinois Audubon Society.

De fato, o ancião queria que seu dinheiro fosse usado para criar um novo refúgio de vida selvagem de 40 acres e transformá-lo no Gremel Wildlife Sanctuary.

Russe foi muito claro quanto à sua escolha e declarou com franqueza: “É para isso que serve o dinheiro. Se você não pode fazer nenhum bem, você não o tem”.

Depois de viver a Grande Depressão, ele aprendeu a viver de maneira simples e econômica. De fato, Russ acredita que a vida não precisa ser extravagante ou luxuosa para fazer uma pessoa feliz; ele não se casou, nem teve filhos, como ele disse, um simples ensopado e aveia podem fazer dele um homem feliz.

A sua doação ajudará seu estado a preservar a vida selvagem das futuras mudanças climáticas e a construção do Gremel Wildlife Sanctuary se transformará no testamento imortal que apenas um “veterano” extraordinário da vida como Russ Gremel poderia deixar como herança. Um gesto muito generoso que nunca será esquecido.

Parabéns Russ!

Fonte: Olha Que Vídeo

Facebook

Quer mais histórias? Click »