Homem preso pela morte de 40 animais paga fiança e é liberado

O homem que foi preso na terça-feira (27), em Fernando de Noronha (PE), pela morte de pelo menos 40 animais, entre cães e gatos, pagou a fiança estipulada em R$ 10 mil pela polícia e foi liberado, no mesmo dia. Fernando Ferreira da Silva Filho responderá ao inquérito em liberdade.

Testemunhas denunciaram Fernando pela morte dos animais. Ele foi autuado em flagrante, segundo o delegado Luiz Alberto Braga, pelo crime de maus-tratos. As informações são do portal G1.

A Polícia Civil informou, por meio de nota, que frascos com o veneno chumbinho e ração foram encontrados na casa do homem, que prestava serviço à administração da ilha. Era agente de vigilância e saúde e responsável pelo canil público.

“Ele matava com pauladas e também com injeções. Temos testemunhas e também imagens”, disse o delegado.

O contrato de Fernando, com vigência em 2020, na administração pública de Fernando de Noronha foi rescindido na quarta-feira (27). A demissão foi anunciada através de nota oficial divulgada pelo administrador da ilha, Guilherme Rocha.

“Os fatos são notórios e nos deixaram numa situação insustentável, o que nos levou à demissão do funcionário. Ficamos tristes, pois é uma conduta veementemente combatida pela Administração de Noronha. Maus-tratos contra animais não são permitidos”, afirmou Guilherme Rocha.

Fonte: ANDA

Facebook

Você vai adorar estas!