Gatos sobreviventes oferecem consolo para os soldados na Ucrânia

Pub

Os milagrosos gatos sobreviventes oferecem consolo para os soldados na Ucrânia.

Os gatos que sobrevivem indefesos nas ruas da Ucrânia são os que deram conforto aos soldados. Estes que desde as primeiras horas de 24 de fevereiro enfrentam a invasão e as ações hostis perpetradas pela Rússia.

Até agora, 1,5 milhão de cidadãos fugiram como refugiados em busca de segurança e paz em outras fronteiras. O número foi devastador para a população do país. Eles tiveram que fugir na maioria dos casos apenas com roupas, em pânico e na esperança de estar segura.

Os animais também foram afetados pela terrível situação de conflito. Eles tiveram que encontrar então, uma maneira de sobreviver à guerra que só deixou desolação em todos os cantos.

O gesto de Andrea Cisternino , um socorrista que preferiu ficar com os mais de 450 animais que ajuda há mais de uma década, comoveu o mundo. Apesar do risco que corria ao ver mísseis sobrevoando as instalações do abrigo, ele decidiu ficar com os animais e protegê-los.

Pub

Essa é uma das histórias de solidariedade que marcaram presença, assim como o amor oferecido pelos soldados ucranianos aos animais que sobrevivem nas ruas. Estes que se aglomeram nas proximidades dos abrigos.

Gatos sobreviventes
Nas trincheiras da Ucrânia, soldados encontraram consolo na companhia de gatos que estão na área tentando se manter seguros.

Alguns gatos sempre sobreviveram nas ruas, mas outros são gatos domésticos que foram resgatados nas cidades atacadas. E agora precisam de um lugar onde possam se abrigar.

A maioria perdeu suas famílias, infelizmente portanto, nem todas as pessoas conseguiram fugir com seus animais de estimação.

Pub

Pelo menos 15 gatos ficaram com os soldados entrincheirados , oferecendo seu amor e conforto neste momento difícil em que é fácil se sentir emocionalmente devastado.

Um dos soldados, identificado como Volodymyr, disse que os gatos foram abandonados. E que, apesar do medo que sentiam, tiveram que lutar para viver nas ruas desertas.

“Eles foram abandonados, tiveram que se virar sozinhos. Temos que alimentá-los todos . ”

Pub

Gatos estão sendo acolhidos por soldados em abrigos, tornando-se seu melhor apoio

A presença de gatos nos abrigos desses soldados representa portanto, uma luz em meio a tanta escuridão. Esses bichinhos são uma demonstração de amor e esperança para eles.

Um assistente médico militar disse a uma agência de notícias:

“Os gatos dão um impulso moral aos soldados nostálgicos. Eles são como um antidepressivo, eles levantam seu ânimo. Você chama por eles, e um enxame inteiro deles vem correndo em sua direção e você então, imediatamente se sente melhor.”

É assim que ele descreve a companhia dos gatos que, junto com eles, tentam se abrigar na Ucrânia há dez dias.

Um dos soldados adotou como seu um gato preto de caça chamado Chernukha, de quem ela tem muito orgulho.

Gatos sobreviventes

“Os ratos correram pelos abrigos e ele pegou todos”. Disse o soldado, satisfeito com o fato de o gato ter aparecido no local.

Para eles, tê-los por perto tem sido um grande presente. Apenas passar um minuto ao lado deles trocando gestos de carinho ou até mesmo um simples olhar, lhes dá portanto, uma pausa de um dia a dia cinzento.

Outro soldado da região comentou sobre sua experiência com os gatos:

“Você volta para o posto, deita na cama e um gato deita então, de bruços querendo ser acariciado . É como um relaxante.”

Entretanto, não é a primeira vez que soldados ucranianos criaram um vínculo especial com gatos de rua. Em outros momentos de conflito alguns até levaram os animais para casa após os combates para torná-los membros de sua família.

Fonte: Zoorprendente

Veja também:

Pub

Se inscrevam no nosso canal para ter informações do mundo dos pets. Clique AQUI.

Facebook

PODE GOSTAR TAMBÉM