Garota de 12 anos cria escola em barraco para dar aulas a crianças na pandemia

A garotinha Érika, de apenas 12 anos, moradora do Maranhão, criou uma escola em um barraco para ajudar crianças que ficaram sem estudar durante o período da pandemia.

Nesse sentido, a escola, nomeada como Escolinha Esperança, começou pequenininha. Tinha apenas os dizeres em uma uma placa na frente: “Toda criança tem o direito de estudar”. A história comoveu e sensibilizou toda a região e, agora, o governo também resolveu ajudar.

Nesse sentido, o governo anunciou que vai construir uma escola de verdade no local. Além disso, a família de Érika, que tirava o sustento do lixão, começou a ganhar auxílio financeiro. Ela também ganhou mais de R$ 150 mil numa vaquinha on-line.

Por fim, a própria adolescente dá aulas para adolescentes/crianças que ficaram sem aprendizado durante a pandemia devido à falta de acesso ao ensino on-line. Bela atitude!

Escola em barraco de taipa ajuda 30 crianças que ficaram sem estudar na pandemia. - Foto: Neyara Pinheiro
Adolescente cria escolinha para dar aulas a crianças que ficaram sem estudos durante a pandemia
Facebook

Quer mais histórias? Click »