Fuzileiro naval adotou cachorro que encontrou no meio da zona de guerra

Craig Grossi, um fuzileiro naval dos EUA, estava em missão no Afeganistão quando encontrou um cachorro abandonado em um pequeno complexo em que sua tropa estava.

Muitas pessoas normalmente não se importam com os cães, já que os animais de rua no Afeganistão são muito comuns, mas algo nele dizia que ele deveria se aproximar do cachorro.

Grossi ouviu seu instinto e acabou sendo o destino. Enquanto caminhava em direção ao cão, ele começou a abanar o rabo e ficou incrivelmente feliz por alguém finalmente estar lhe dando atenção.

O pobre cachorrinho estava quente, morrendo de fome e coberto de insetos.

O cachorro gostou imediatamente de Grossi e começou a segui-lo por toda parte. Grossi se apaixonou pelo animal e sabia que não poderia deixá-lo lá sozinho. Então, ele o enfiou em sua base e fez tudo o que pôde para levar o cachorro para casa com ele, apesar de estar no meio de uma guerra.

Se Grossi fosse pego, ele poderia ter tido problemas, mas se ele deixasse o cão sozinho, ele poderia ter morrido.

Grossi explicou que durante sua primeira semana lá, eles estavam sob ataque constante, com tudo, de morteiros a RPGs.

Naturalmente, este não era o lugar para um cão inocente, e Grossi prometeu que o tiraria dali em segurança.

Grossi manteve sua promessa e conseguiu levar o cachorro para os Estados Unidos com ele!

Ele decidiu chamá-lo de Fred e, até hoje, os dois são completamente inseparáveis.

Grossi chegou a escrever um livro sobre sua jornada juntos chamado “As aventuras em andamento de ‘Craig & Fred: um fuzileiro naval, um cachorro e como eles se resgataram”.

Clique aqui para acompanhar as aventuras de Grossi e Fred em sua página do Instagram.

Fonte: I Love My Dog

Facebook

Quer mais histórias? Click »