Enfermeira adota mulher de 59 anos com câncer que foi abandonada pela filha

A família deve ser aquelas pessoas incondicionais que estarão ao seu lado nos momentos mais difíceis; No entanto, isso nem sempre acontece.

Por mais lamentável que pareça, há histórias muito difíceis nas quais são estranhos que decidem dar tudo para uma pessoa carente, pois seus parentes decidiram colocá-los de lado.

Isso se reflete na bela decisão tomada pela enfermeira Maria Verónica Grossi, 34 anos, com seu belo gesto de humanidade, ao adotar uma paciente de câncer de 59 anos que foi abandonada por sua própria filha.

Durante 11 anos, Verónica começou a trabalhar em uma clínica no distrito de Conceição, pertencente a Carangola, mas seu trabalho não se limita ao teto do centro de saúde.

A área é bastante rural e as casas estão longe do centro de saúde, então ela decidiu visitar cada um dos pacientes em suas casas.

Foi em uma dessas visitas que ele conheceu María Martins Ferreira, que morava com sua filha, netas e genro em uma humilde residência.

Desde a primeira reunião, houve um bom vínculo entre eles. Verónica e Dona María caíram muito bem e a jovem começou a visitá-la com mais frequência, porque também percebeu que não estava de boa saúde.

Quando conheci Dona María, me apaixonei por ela. É engraçado como somos parecidas. 

As visitas se tornaram mais recorrentes, toda vez que a jovem tinha oportunidade, aproveitava a visita a Dona María. Mas nem tudo era rosa, a filha de Maria não gostou das visitas de Veronica e tentou afastá-la.

 Coordenei consultas médicas para dona Maria, mas ela não a deixou ir. 

Ele não gostou que nós dois estivéssemos perto e ele sempre me olhou mal. Eu nunca me intimidei e continuei visitando minha amiga ”, disse Veronica.

O relacionamento entre as mulheres ficou tenso ainda mais há 5 anos, quando a enfermeira se mudou para perto da casa de Maria. Veronica descobriu que a idosa recebia abuso físico e verbal.

Mas não só ela gostava de dona Maria, mas sua própria mãe que se mudara com ela.

Por isso, em uma ocasião, depois de dias sem ver a velha, Veronica decidiu ir à casa de Maria procurá-la. Em uma ocasião, ele viu a filha dar um tapa nela e jogá-la no chão, mas o que ela encontrou naquele dia partiu seu coração.

Ao chegar em casa, ele viu alguns objetos no chão e nas proximidades estava a velha faminta aos pés de sua cama.

Veronica a levou imediatamente ao hospital, onde foi diagnosticada com desnutrição grave e pressão alta.

 Eu a encontrei desmaiada ao pé da cama. A princípio, pensei que estava morta e me desesperei, não tinha sinais de violência, mas estava muito suja e enfraquecida. Nós a colocamos no carro e a levamos ao hospital ”, disse Veronica.

Os médicos descobriram que a mulher tinha um tumor entre o pulmão e o coração; Então Veronica decidiu procurar a filha para pedir explicações. Infelizmente, ela não queria assumir a responsabilidade por sua mãe porque alegou que “ela tinha outras obrigações mais importantes”.

A mulher morava sozinha há semanas porque sua família a abandonara, mas Veronica não a deixaria sozinha e sabendo que o diagnóstico decidiu adotá-la. 

A filha de María assinou um poder legal no qual nomeia Verónica como responsável pela mulher.

 Eu disse a Dona Maria que precisava conversar algo sério com ela e perguntei se ela queria morar comigo. Ele pegou minha mão, começou a chorar e disse: ‘Minha filha, você terá coragem de me livrar desse sofrimento?’ ”, Lembrou Verónica.

Desde 2018, essa mulher e mãe de um menino de 14 anos adotaram legalmente Maria. 

Embora sua própria filha a tenha deixado de lado na fase mais difícil de sua vida, a velha não está sozinha porque agora mora com Veronica, sua mãe e seu filho. Os três lhe dão todo o amor que sua própria família lhe negou.

Atualmente, a sra. María está em tratamento em Carangola e Muriaé, mas Verónica é o único meio de renda em casa. Por esse motivo, iniciaram uma campanha para arrecadar os fundos necessários e cobrir as despesas da sra. Maria.

Compartilhe esta nota e convide seus amigos para colaborar com a doce velhinha. Além disso, aproveite para lembrar ao mundo que os idosos precisam do amor e carinho que deram aos filhos quando eram jovens. Não vamos deixá-los em paz!

Fonte: Viralistas

Facebook

Quer mais histórias? Click »