Ele morreu aos 12 anos e acordou com 19 em uma clínica. Mas sua mãe desejava que ele tivesse morrido…

A maioria das doenças aparece sem que ninguém esteja à espera. Nós pensamos que a nossa vida é perfeita, e depois essas situações inesperadas acontecem, derrubando os nossos planos para o futuro.

Foi o que aconteceu com Martin Pistorius, um jovem de 12 anos muito feliz e que adorava fazer rir todo o mundo à sua volta. O rapaz vivia com seus pais na África do Sul, e o seu grande sonho era ser engenheiro eletrônico.

Mas, sem que ninguém esperasse, uma doença misteriosa começou a se apoderar dele. Embora tivesse acordado, o garoto mal conseguia andar e ficou mudo. A razão da sua condição era um enigma… a única explicação que os médicos deram aos progenitores foi que ele tinha um tipo de meningite.

Youtube - Canada News
Youtube – Canada News

Seus pais ficaram em completo desespero… não havia muita esperança para seu filho Martin. O jovem estava quase morto. Sua personalidade divertida, sua alma: tudo parecia ter desaparecido. Só restou seu corpo, em estado vegetal.

Mesmo naquele estado, seus progenitores resolveram não desistir e cuidar dele. O pai acordava de duas a duas horas, durante a noite, para virar o corpo de seu filho. Ele fazia isso para que Martin não se machucasse por estar sempre na mesma posição.

Mas, um dia, ele foi levado para uma clínica. Seus pais queriam esperar até que ele morresse. Os médicos disseram que seria melhor para ele…

Youtube - Canada News
Youtube – Canada News

O que aconteceu a seguir ninguém conseguia prever… Martin não morreu. Dois anos depois, do nada, ele acordou! Infelizmente, ninguém percebeu, pois ele não conseguia se mover. Mas o pior momento estava para vir, quando sua mãe lhe disse: “Eu espero que você morra”.

Essas palavras fortes causaram muita tristeza a Martin, mas ele sabia que tinha que se livrar de todos os pensamentos negativos e tentar se recuperar. O jovem queria voltar a ter controle sobre seu corpo e sua vida, não só por ele, mas por seus pais.

O garoto ouviu tudo o que a mãe disse, mas ela não tinha nenhuma maneira de saber que ele estava plenamente consciente. A mulher pensava que seu filho estava num vegetal, como um morto. Ela amava o rapaz, mas não queria que ele sofresse mais…

Youtube - Canada News
Youtube – Canada News

Aos poucos, ele começou a saber que horas eram graças à posição do sol, reagia aos exames que lhe faziam e conseguia reconhecer objetos, acompanhando-os com os olhos. Os profissionais de saúde começaram a perceber esses sinais e foi aí que disseram que “ainda havia alguém lá dentro”.

Com o tempo, ele foi melhorando e ganhando força. Ele foi voltando à vida, e estava tão determinado em recuperar o tempo perdido que queria começar a estudar. Martin encontrou trabalho como especialista em computação e até fundou sua própria empresa.

O jovem escreveu um livro chamado “Ghost Boy” (menino fantasma), contando sua história. Ele queria compartilhar sua experiência com todos: “Eu estava lá, mas ninguém podia me ver. Era como um fantasma. Um menino fantasma”.

Youtube - Canada News
Youtube – Canada News

Como consequência de todos aqueles anos como vegetal, ele perdeu um pouco de sua capacidade de fala e precisa da ajuda de um computador para comunicar. Mas isso não impediu que Joanna se apaixonasse e casasse com ele. Agora ele vive feliz com sua esposa em Londres.

Youtube - Canada News
Youtube – Canada News

 

Essa é realmente uma incrível história de superação. Nunca ninguém pensou que Martin voltasse a acordar… apesar de ter estado preso dentro de seu próprio corpo durante anos, ele teve força para voltar “à vida”.

Que belo exemplo! Compartilhe com seus amigos e familiares se concorda.

Facebook

Quer mais histórias? Click »