Devido ao coronavírus, milhares de tartarugas marinhas aproveitam as praias sem turistas para nidificar

Dizem que não há nada mais bonito do que ver a mãe natureza em seu esplendor máximo, é claro, os lindos bichinhos geralmente estrelam cenas bonitas e são o principal foco de atenção.

No entanto, grandes espécies exóticas foram afetadas pela caça furtiva ou porque o homem invadiu em grande parte seu habitat natural, forçando-os a se mover para sobreviver.

Nos últimos dias, milhares de tartarugas chegaram às praias de Gahirmatha e Rushikulya, na Índia.

Não podemos negar que, com a pandemia causada pelo Covid-19, muitas coisas foram transformadas.

Enquanto os humanos estão em casa se protegendo para evitar serem infectados, muitos pequenos animais estão aproveitando para sair de suas tocas e estão até ganhando vida em lugares que nunca seriam possíveis antes. Lugares que até recentemente eram um espaço de diversão livre para as pessoas.

Imagens incríveis de animais andando livremente ou do planeta muito mais limpo foram circuladas pelas redes. Mais de 70.000 tartarugas marinhas de Olive Ridley foram vistas recentemente nidificando nas praias de Odisha, na Índia.

Ver essas tartarugas em perigo de extinção nidificando é um verdadeiro espetáculo da natureza que deixou ativistas e amantes de animais em um sorriso permanente.

Estima-se que este ano eles depositem cerca de 60.000 ovos.

Este é um processo natural para as tartarugas, mas infelizmente, sempre foi interrompido pelo turismo de massa nas diferentes praias.

O Departamento Indiano do Meio Ambiente destacou que, no ano passado, as tartarugas foram incapazes de realizar o processo porque as praias locais foram fortemente afetadas pelo ciclone Titli.

Este ano eles limparam as praias para que as tartarugas pudessem nidificar e com a ausência de turistas facilita muito as coisas para essas belas criaturas.

A organização Odisha Wildlife observou que cerca de 50% da população desta espécie nidifica nas costas. Ela também garantiu que eles realizassem um processo de vigilância e segurança para os jovens, que no nascimento são presas fáceis para os pássaros e caranguejos da região.

A praia será protegida para evitar que as tartarugas corram riscos.

Não são apenas essas pequenas criaturas que estão aproveitando a ausência de pessoas para desfrutar livremente das praias.

Recentemente, nas praias de Bahía Rada, na comunidade de Moñitos, Córdoba-Colômbia, os moradores quebraram a quarentena para ver uma tartaruga gigante de couro.

Os socorristas comentaram que a tartaruga pesa aproximadamente 300 quilos.

Após a descoberta, a comunidade entrou em contato com o CVS para ajudar o espécime exótico a retornar ao seu habitat. Atualmente, estima-se que existam entre 20.000 e 30.000 desta tartaruga no mundo.

A tartaruga-de-couro do Pacífico está em alto risco, capturas de pescadores, caça furtiva de ovos e ingestão de plástico contribuem para que esta espécie seja ameaçada.

Alguns habitantes comentaram que a tartaruga apareceu depois de se enredar nas redes de pesca.
https://www.instagram.com/p/B-XLsQTnwuY/?utm_source=ig_web_copy_link

A União Internacional para Conservação da Natureza classifica esta espécie como “criticamente ameaçada”. É necessário que todos estejamos cientes e protejamos essas espécies que fazem muito bem ao nosso ecossistema.

Os funcionários da CVS estiveram presentes na Bahía Rada para resgatar e levar a enorme tartaruga para o mar, onde ela pertence.

Cuidar de nossas praias e relatar se você observar ou conhecer alguém que pratica caça furtiva é nossa responsabilidade. Pela primeira vez em muito tempo, os animais apreenderam o que as pessoas chamam de lugar-comum para poder respirar e viver sem se sentirem em risco.

Compartilhe esta nota em suas redes e vamos comemorar esse avistamento que a Mãe Natureza nos dá. Vamos contemplar à distância uma maravilha que hoje repousa naqueles lugares que até recentemente as pessoas tinham tomado conta.

Fonte: Zoorprendente

Facebook

Você vai adorar estas!