Empresa tenta comprar e destruir casa de Edith – sete anos após a sua morte, ela resolve se vingar

Toda a gente conhece o filme da Disney “Up”, lançado em 2009. Ele conta a história de um homem teimoso que se recusa a deixar uma empresa gananciosa destruir sua amada casa. Mas o que muita gente não sabe é que essa película é inspirada na casa de Edith.

Edith Macefield, de Seattle, era sem dúvida uma verdadeira guerreira. Na sua juventude, a mulher resolveu se alistar no exército. Mas, depois de servir na Grã-Bretanha, seu superior descobriu que ela era menor de 18 anos e a mandou para casa.

Daily Mail

Quando Edith retornou aos Estados Unidos, ela passou 60 anos na mesma casa. Depois desse tempo, uma empresa começou a comprar todo o bairro onde a idosa vivia. Na verdade, eles estavam destruindo tudo para abrir um centro comercial.

Daily Mail

Mas a mulher de 86 anos viveu naquele local toda sua vida, e seria muito mais difícil de convencer do que os empresários pensavam. Nada nem ninguém a conseguiam fazer mudar de ideias, nem lhe expulsar de seu amado lar. A casa de Edith era a única que restava no bairro destruído…

Daily Mail

A empresa fez várias ofertas, mas a idosa sempre rejeitou. Eles não desistiram e chegaram até a oferecer 1 milhão pela casa de Edith. Mesmo assim, ela continuou não aceitando. Foi aí que perceberam que nunca iriam conseguir comprar aquela propriedade. A senhora não se importava com o dinheiro, e achava que o pouco que tinha era mais do que suficiente.

Daily Mail

Então, a empresa resolveu construir seu centro comercial ao redor da casa de Edith. Mas houve algo bom no meio de tudo isso: a idosa fez amizade com Barry Martin, o responsável pela construção do centro comercial. Depois de ser diagnosticada com câncer, Barry começou a cuidar dela.

Daily Mail

“Ela não queria acabar em um lar de idosos”, disse Barry. “Ela queria ficar ali e morrer na casa onde sua mãe tinha morrido. E eu percebi que se eu não cuidasse dela, ela não poderia fazer isso.”

Em 2008, Edith faleceu, deixando sua casa para seu amigo. Ela sabia que ele iria honrar a sua memória, e foi exatamente isso que fez. Esse foi um problema aos olhos de empresários ricos, mas a casa Edith foi deixada intacta por 7 anos.

Daily Mail

No entanto, no ano passado, a casa foi doada a uma instituição de caridade que irá restaurar sua antiga glória: a casa de Edith será usada como alojamento temporário para as pessoas em necessidade. Essa mulher foi sem dúvida uma guerreira, e deixou seu legado mesmo após a morte.

Daily Mail

Ela mostrou para os empreiteiros sem escrúpulos que dinheiro nenhum do mundo pode comprar os sentimentos das pessoas. Se você concorda com a luta de Edith, compartilhe com seus amigos essa história!

Fonte: Incroyable

Facebook

Quer mais histórias? Click »