Cãozinho abandonado se alimentou de pedras para sobreviver

Cãozinho abandonado se alimentou de pedras para sobreviver

Um pobre cãozinho abandonado se alimentou de pedras para sobreviver.

Basta uma coisa que, por menor que pareça, pode fazer a diferença para salvar um cão. Há aqueles que, em meio à apatia, decidem continuar e fingir que há muitas crianças peludas vulneráveis ​​nas ruas. Outros portanto fazem parte da solução e lutam por causas justas onde esses anjinhos de quatro patas são tratados com o amor e respeito que merecem.

Cão aterrorizado estava tremendo de medo de ser abandonado em uma noite chuvosa.

Infelizmente, a realidade de cada filhote é diferente. Principalmente aqueles que passam seus dias tentando sobreviver nas ruas.

Essa é uma daquelas histórias que nos lembram que, embora existam seres implacáveis ​​capazes de tratar os filhotes de forma injusta, existem outros dispostos a dar-lhes uma segunda chance.

Cãozinho abandonado
Dimka é o nome do nosso lindo protagonista.

Um peludo que foi cruelmente abandonado por seu dono em uma noite chuvosa. No meio de sua terrível situação, o cachorrinho só conseguia chorar enquanto tentava se refugiar em um canto.

Ele estava com muito medo, estava tremendo de frio, de medo ou fome. Ou talvez uma mistura de tudo isso.

Essa situação o fez então comer algumas pedras e terra que depois acabou piorando sua situação.

Felizmente, um grupo de resgate local da Rússia ouviu falar sobre seu caso. E rapidamente veio ao local para lhe dar toda a ajuda de que precisava.

Sua situação comoveu os socorristas. ´É difícil entender como alguém como ele pode causar tanto dano a um ser tão indefeso .

Quando a ajuda chegou, o cachorrinho então se agarrou ao canto. Era como se daquele pequeno espaço ele quisesse se isolar da terrível realidade que estava vivendo.

Depois de tudo o que aconteceu, era difícil para ele confiar nas pessoas. Então os socorristas tiveram que ter muita paciência para se aproximar dele sem que o filhote se sentisse ainda mais sobrecarregado.

Cãozinho abandonado
Depois de alguns minutos, um dos socorristas conseguiu pegá-lo nos braços. E o levaram para a clínica veterinária.

Após uma série de testes conseguiram determinar que ele tinha cerca de dois meses. Ele estava desidratado e desnutrido. O que mais preocupou seus socorristas é que ele tinha dois vermes em seu corpinho. 

Era necessário que eles agissem o mais rápido possível. Para assim poder evitar que as larvas continuassem causando danos.

Felizmente, Dimka estava em boas mãos. O veterinário limpou suas feridas e prescreveu um tratamento antibiótico oral para ajudá-lo a se curar completamente.

Os primeiros dias não foram nada fáceis. O cachorrinho parecia imerso em seu próprio mundo dentro do canil. Não saía do cantinho e ficava intimidado toda vez que um de seus cuidadores tentava se aproximar dele.

Seus guardiões achavam que era possível que ele tivesse sido maltratado por seus antigos donos.

Não só tiveram que tratar suas feridas físicas, mas também suas feridas emocionais. Estas portanto, demoraram um pouco mais. Mas com muito amor e paciência conseguiram tirar o filhote de sua concha.

Com palavras encorajadoras e pequenos gestos de amor, eles conseguiram aproximar Dimka deles. No vídeo, um de seus cuidadores lhe diz:

“Não precisa ter medo, venha aqui, vamos. Você consegue! Ninguém vai te machucar”

Ele finalmente entendeu que aquelas pessoas só queriam ajudá-lo. Desde então, o cachorrinho terminou seu tratamento recebendo muitos mimos.

Dois meses se passaram desde seu resgate e a transformação de Dimka é incrível. Agora adora brincar com outros cachorros do abrigo mas sobretudo ter toda a atenção dos seus cuidadores.

“Ele já entendeu que as pessoas são boas, adoram correr e ser acariciadas o tempo todo. Se você não fizer isso, ele vai latir”. Disse um de seus cuidadores.

Este cachorrinho está esperando para conquistar uma família e continuar sua vida sob os cuidados de pessoas amorosas . Confiamos que terá o final feliz que merece. E encherá o coração de quem reconhece que é um ser amoroso que só quer se sentir amado.

Sua vida mudou completamente graças ao incrível trabalho de um grupo de resgate que oferece segundas chances. Apoie o centro de resgate local. Aposte em ser um instrumento de luz e amor na vida dos peludos.

Fonte: Zoorprendente

Veja também:

Se inscrevam no nosso canal para ter informações do mundo dos pets. Clique AQUI.

Facebook