Cão que era explorado para caça é resgatado perto de morrer de fome

Como a maioria dos cães de caça na Grécia, Duke foi mantido “vivo” para um único propósito – ser um companheiro durante a temporada de caça. 

Duke esperaria pela temporada de caça o ano todo, pois era a única vez que ele tinha permissão para correr livre. Mas quando a temporada terminou, ele estava de volta à sua existência acorrentada e abandonada no quintal imundo de seu dono.

Quando envelheceu, Duke, de 5 anos, tornou-se um passivo que precisava ser “eliminado”. É prática comum na Grécia fazer passar fome, atirar, afogar ou enforcar cães de caça indesejados até a morte. 

No caso de Duke, seu dono começou a matá-lo de fome e planejou jogá-lo em um rio deserto próximo.

Os anjos de Duke entraram como voluntários da Ilioupolis Animal Welfare Union, mas o cachorro tinha se tornado um saco de ossos doente. Depois de ficar sem comida e água por semanas, o emaciado cão de 20 lb mal conseguia levantar o peso das correntes que o prendiam. Para piorar, seu corpo inteiro estava infestado de parasitas Dirofilaria.

A equipe de resgate transportou o deprimido Duque para um hospital em Atenas em estado de emergência. Graças então, à intervenção oportuna, Duke superou! Nos meses seguintes, Duke fez uma transformação impressionante com a ajuda de exercícios de socialização e refeições nutritivas!

Hoje, Duke está vivendo uma vida incrível com sua família eterna na Dinamarca. Ele se chama Charlie agora, e tem três outros irmãos cachorrinhos de resgate para lhe fazer companhia. Ele ama seus humanos e adora especialmente seus filhos. Enquanto ele corre por aí sendo um bom menino feliz, podemos dizer que a tristeza de seu passado abusivo desapareceu para sempre!

Clique no vídeo abaixo para assistir à provação perturbadora de Duke como um cão de caça não amado na Grécia.

Fonte: I Love My Dog

Facebook

Quer mais histórias? Click »