Cão ferido foi agredido e expulso de trem

Apesar de quão avançada a sociedade parece estar em muitos aspectos, há pessoas que demonstram ter os pensamentos mais retrógrados e indolentes. É o caso de uma mulher que fez uma grande confusão em um trem Sarmiento, na Argentina, devido à presença de um cachorro a bordo.

Mas, além de se recusar a compartilhar com os peludos, também a machucou, chutando-a.

Toda a situação provocou um grande alvoroço entre os passageiros, quando um homem saiu em defesa do cachorro e encarou a mulher. Como ele, outras pessoas se incomodavam com a atitude da “dama” e, entre elas, alguém decidiu registrar o confronto.

O homem tentou explicar à mulher de óculos que ele não deveria tratar o animal dessa maneira.

O vídeo chegou às redes sociais e provocou uma discussão árdua sobre a presença de animais no transporte público.

De qualquer forma, aceito ou não nesses locais, é impossível permitir que tais abusos ocorram como se nada.

Depois que o cachorro foi expulso do trem, um grupo de vizinhos decidiu resgatá-la e cuidar dela até encontrar uma família que possa cuidar dela para sempre. O grupo Vizinhos na Ação Comunitária 3 assumiu o controle da criatura.

“Ele procura sua família. Ela é a cadela do trem Sarmiento, já foi resgatada em 1º de fevereiro e está em trânsito. Você precisará de ajuda financeira para o seu tratamento veterinário. Minhas pernas estão muito machucadas, então eu posso ter andado muito ”, diz parte do post do grupo do bairro.

A briga no trem irritou os passageiros porque no momento em que o cachorro entrou no transporte já estava ferido, mesmo assim a mulher decidiu machucá-la. Não apenas o cachorro foi retirado do trem, mas o homem que a defendeu.

“O pobre cachorro está machucado e você está expulsando-o … Como você vai chutar o cachorro?”, Diz o defensor no vídeo.

Os vizinhos não apenas deram as boas-vindas a este cão, como iniciaram uma campanha de assinatura digital para exigir que as autoridades instalem um protocolo para atender adequadamente os animais de rua que entram no sistema ferroviário.

Até o momento, mais de 50.000 assinaturas foram coletadas e os números estão aumentando.

“Exigimos que as autoridades atendam às circunstâncias dadas o grande número de cães de rua ou desenvolvam um protocolo processual para atuar nesses casos: preservar a vida do animal não humano”, diz parte da iniciativa.

Esperamos que as autoridades realmente escutem esse pedido , mas também que esse cão em breve encontre um lar para morar. Enquanto isso acontece, temos o prazer de saber que ele está encarregado de um grupo de pessoas de bom coração e, principalmente, daquele homem que não ignorou a terrível injustiça que estava sendo cometida.

Fonte: Zoorprendente

Facebook

Você vai adorar estas!