Cão chora de tristeza e se recusa comer ao ser devolvido apenas 3 dias depois de ser adotado

Filhotes são seres nobres e por isso é muito fácil para eles se apegarem a alguém que lhes mostra um pouco de amor ou carinho. É por isso que tende a seguir os transeuntes ou a não sair do seu lado quando visita a casa deles.

Os cães estão sempre prontos para dar amor.

A questão fica ainda mais intensa quando falamos de um sem-teto peludo. Porque depois de viver calamidades nas ruas eles se entusiasmam com qualquer ser humano que lhes dê um pouco de atenção.

Assim aconteceu com Pacho, mas infelizmente não lhe pagaram com a mesma moeda.

O cão tem menos de um ano.

O pobre Pacho deixou o canil da Apúlia (Itália), onde morou nos últimos meses, muito feliz depois que uma família decidiu adotá-lo.

Todos no local compartilhavam o entusiasmo do peludo, já que ter uma casa era quase um sonho para ele. Mas a história se transformou em pesadelo quando o cachorro foi mais uma vez rejeitado.

Apenas três dias após ser adotado, Pacho foi devolvido ao canil.

Como se a criatura fosse um brinquedo, eles a devolveram à gaiola diante da qual haviam jurado dar-lhe um lar.

O cachorrinho não entendeu o que aconteceu e toda essa situação o deixou bastante desanimado e triste.

Pacho até parou de comer por desilusão: antes de passar por este momento amargo pesava 23 quilos e agora pesa 20. O pobre animal perdeu 3 quilos em poucas semanas. 

“Hoje a situação é preocupante: ele se recusa a comer, continua perdendo peso, lambe repetidamente o nariz, chora e se desespera o tempo todo”, revelou Erika Niccolai, a zeladora de Pacho no canil.

Essas pessoas podem não ter tido certeza da adoção e não queriam machucá-lo, mas não conhecem as tristes repercussões que tiveram na vida desse bichinho.

Pacho não explica por que não foram procurá-lo novamente, nem o motivo de sua nova permanência no local.

Assim como ele, muitos peludos passam por essa triste situação.

O comportamento do animal mantém todos no local alertas, pois o cão também ficou tímido. No passado ele costumava brincar com seus companheiros de canil, mas parece que agora ele não está com vontade de se divertir.

Os cuidadores esperam encontrar em breve uma família responsável que realmente queira ficar com ele e dar-lhe o amor que ele tanto merece.

A história de Pacho é um reflexo do egoísmo humano, nenhum animal deve sofrer abandono, compartilhe esse caso e ajude-nos a aumentar a conscientização. Adote quando tiver certeza absoluta!

Fonte: Zoorprendente

Facebook

Quer mais histórias? Click »