Cão assustado e traumatizado se recusa a largar seu cobertor desde que foi resgatado

Muitas pessoas acreditam que algumas raças de cães são violentas por natureza. Infelizmente, poucas pessoas reconhecem que a agressividade de qualquer animal de estimação pode ter suas raízes em tratamentos anteriores. Isso é o que comumente ocorre no caso dos Pittbulls, uma raça usada no “negócio” de brigas de cães.

Bubby é um cão que infelizmente caiu nas mãos erradas. Ele foi exposto a esses confrontos entre cães de sua própria raça.

Agora, o coitado não para de se abraçar no cobertor por causa do trauma.

Antes de chegar às mãos certas, Bubby era usado como isca em brigas de cães. O pobre animal foi indicado à eutanásia no abrigo onde foi parar, após ser resgatado do mundo da luta.

Mas a morte não pode atingir este campeão.

Depois daquela terrível experiência no abrigo, algumas pessoas o adotaram, mas não lhe deram a vida que ele merecia. 

Tudo isso alimentou enormemente sua insegurança.

Sua nova mãe, Katharine, recentemente compartilhou sua história de superação.

“Quando adotei meu panda canino, 6 semanas atrás, ele era magro, assustado, fedorento e emocionalmente esgotado de sua provação.

‘Ele tinha sido um cão de isca nas rodas de luta. Então eles o tiraram de um abrigo de abate horas antes de ser abatido, para ser ‘resgatado’ por pessoas que o trancaram em uma garagem e o deixaram deteriorado por dois meses ” . Comentou Katharine.

A jovem sabia que o passado de Bubby não tinha sido fácil e ela estava pronta para ajudá-lo, embora admita que vê-lo nessas condições partiu seu coração. O pit bull se curvava e costumava urinar com medo de estar perto de um estranho.

Este menino havia sofrido muito e não queria se machucar novamente, mas o amor de Katharina realmente o salvou.

Bubby está aprendendo o que significa ser verdadeiramente feliz.

Com muito amor e paciência, a garota conseguiu fazer uma grande mudança na atitude do peludo.

“Eu mal consigo reconhecê-lo nas fotos de seus primeiros dias comigo, ele se tornou um cão completamente novo física e emocionalmente. Descobrir que ele ama as pessoas, outros cães e o ar livre tem sido muito gratificante na minha vida. Eu amo meu Bubby mais do que posso dizer ” . Acrescentou.

Este amiguinho se adaptou à sua nova vida e aproveita cada passeio com sua mamãe humana. Todos os ferimentos são deixados para trás, mas há algo de que Buddy não planeja se separar, é um cobertor que ele tem desde o primeiro dia de sua adoção. Parece que o pano deu-lhe segurança e Katharina não tem problemas em mantê-lo ao seu lado.

Cada cachorro tem uma história por trás, mas há algumas que partem o coração. Compartilham esta nota e que o caso de Buddy mostre ao mundo que o amor cura qualquer ferida.

Fonte: Zoorprendente

Facebook

Quer mais histórias? Click »