Cachorro que ‘morreu’ corre para os braços da dona ao vê-la no abrigo

Pub

Um cachorro que ‘morreu’ corre para os braços da dona ao vê-la no abrigo.

Quando Maile Trist verificou seu e-mail na semana passada, ela abriu uma mensagem que supôs ser uma brincadeira. Seu amado cachorro, um Chihuahua sênior chamado Jazzy, estava na Cowley County Humane Society depois de ser encontrado vagando por uma pedreira próxima.

O e-mail não fazia sentido para Trist porque Jazzy havia falecido há dois anos.

Quando Trist conheceu Jazzy na San Diego Humane Society , quatro anos atrás, ela ignorou o sinal de “não faça carinho” em sua gaiola. De alguma forma ela sabia que eles teriam uma conexão.

“Encontrei minha linda garota, coloquei minha mão na gaiola e ela automaticamente caminhou até mim, abanando o rabo, e colocou a cabeça na minha mão”, disse Trist ao The Dodo. “Comecei a chorar porque tinha encontrado meu cachorro!”

Pub

Dois anos se passaram e Trist se mudou da Califórnia para o Kansas. Oprimida com a mudança e um novo emprego em tempo integral, ela sentiu que não tinha tempo suficiente para dar a Jazzy. Então, ela pediu a um casal de amantes de cães com quem ela era amiga para cuidar de seu filhote até que ela se instalasse.

No entanto, quando Trist tentou entrar em contato com o casal, eles ignoraram suas ligações e excluíram suas contas de mídia social. Ela não conseguia encontrá-los em qualquer lugar. 

Então, seis meses depois, o noivo de Trist conseguiu localizá-los e pediu Jazzy de volta.
Cachorro que ‘morreu’ corre para os braços da dona

“A senhora disse a ele que ela havia morrido três meses antes”, disse Trist. “Cerca de um ano e meio se passou, e muito e muito luto. Eu me senti horrível por entregá-la a eles porque pensei que não estava lá para seus últimos momentos.”

Pub

Trist pensou que nunca mais veria seu amado cachorro, mas, felizmente, Jazzy tinha um microchip. E quando ela recebeu a notícia de que Jazzy havia sido localizado, ela largou tudo para estar com seu cachorro novamente.

“Eu automaticamente voltei para casa do meu trabalho e entrei no carro e fui até ela”, disse Trist. “Estava chorando todo o caminho até lá, que foi quase três horas de carro. Eu não podia acreditar que ela ainda estava viva e não tinha ideia de como ela acabou tão longe, mas naqueles momentos, eu não me importei.”

Quando Trist chegou ao abrigo e viu Jazzy caminhar em direção a ela novamente, ela não conseguiu conter as lágrimas.

Pub
Assista ao emocionante reencontro deles aqui:

Jazzy reconheceu sua mãe imediatamente, e seu rabo começou a abanar incontrolavelmente.

“Ela meio que foi farejar, mas voltou para mim e me deu ainda mais beijos”, disse Trist.

Agora, Jazzy está em casa e o cachorrinho não está deixando sua mãe fora de vista nunca mais.

“Ela está tão, tão feliz desde então e não vai sair do meu lado ou me deixar ir a lugar nenhum sem ela”, disse Trist. “E eu sinto o mesmo!”

O que exatamente aconteceu com o cão permanece um mistério, mas o importante é que ela está segura e pronta para passar seus anos dourados com conforto, cercada por sua família amorosa.

“Ela está um pouco mais branca do que era da última vez que a vi, e seus quadris estão um pouco mais doloridos”, disse Trist, “mas ela ainda é a mesma velhinha de antes, e estou tão feliz por ela ter ficado amando nestes últimos dois anos.”

Trouxemos do The Dodo essa história para você.

Pub

Compartilhe com seus amigos no Facebook, pois isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos e manter o projeto. Obrigado.

Facebook

PODE GOSTAR TAMBÉM