Cachorrinha que seria sacrificada só porque ‘não conseguia andar direito’ é salva e adotada por veterinária

Imagine a seguinte cena: uma filhote de apenas seis semanas é levada para uma clínica veterinária, onde seu dono, furioso, pede para ela ser sacrificada apenas porque não é capaz de “andar direito” .

Foi isso que aconteceu com a pequena Bella, que infelizmente estava aos cuidados de um monstro. Obviamente o pedido do “tutor” da cachorrinha foi rejeitado e ela, adotada pela veterinária Piper Wood.

Nesse meio-tempo, para organizar a papelada burocrática de adoção, a filhote foi encaminhada para o abrigo da ONG Hand in Paw, em Los Angeles, Califórnia (EUA).

No abrigo, descobriu-se que a pequena não tinha deficiência nas pernas, mas estava sofrendo de hipoglicemia, um distúrbio provocado pela baixa concentração de glicose no sangue, muito comum nos seres humanos.

“Provavelmente seu dono não estava alimentando-a corretamente e o nível de açúcar no sangue estava muito baixo” , disse Piper.

Bella também foi tirada da mãe muito cedo, o que pode ter contribuído para o problema. Com os devidos cuidados, ela se recuperou rapidamente.

“Ela é uma guerreira. Logo conseguiu se manter em pé e comia sozinha”. Plenamente recuperada e com o processo de adoção concluído, a cachorrinha foi levada para a casa da veterinária Piper, onde mora desde então.

“Bella brincou com uns 10 brinquedos diferentes no primeiro dia, e estava muito feliz. Isso foi incrível de ver, porque eu só vi o lado assustado dela. Ela definitivamente está se sentindo muito melhor e agora se sente em casa”, disse Piper. ” Ela tem uma vida inteira pela frente”.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: Amo Meu Pet

Facebook

Quer mais histórias? Click »