Bebê cervo órfão confunde manequim de tiro ao alvo com sua mãe

A caça de animais é uma prática cruel que traz uma série de consequências negativas para o meio ambiente à custa de alguns segundos de entretenimento sádico e egoísta de seres humanos.

Um destes impactos lamentáveis é o número de filhotes órfãos e indefesos que perdem seus pais, como imortalizado na animação da Disney, Bambi.

O longa infantil conta a história de um pequeno cervo que viu a mãe ser morta por um caçador. Sozinho, ele precisou aprender a sobreviver na natureza e a superar diversos obstáculos. Bambi foi lançado em 1942, em plena Segunda Guerra Mundial. E seu enredo foi baseado no livro Bambi, A Life in the Woods do escritor austríaco Felix Salten.

É considerado um dos filmes que mais fez pessoas chorarem em todo mundo. Mas a realidade denunciada pela Disney há cerca de 80 anos ainda é uma constante na vida de muitos animais. E isso pode ser comprovado por uma postagem recente feita pela organização espanhola AnimaNaturalis em seu perfil do Instagram.

A ONG postou a imagem de um bebê cervo aninhado a um manequim de plástico na forma e tamanho de um cervo adulto. O objeto é utilizado por caçadores como alvo para treino de tiros. É possível notar como o bebê está devastado e profundamente triste buscando o acolhimento do boneco que provavelmente está sendo confundido com a mãe do filhote.

A foto não é datada e não há informações de onde ela foi registrada. Infelizmente, acredita-se que o bebê ficou órfão após sua mãe ter sido morta por algum caçador, assim como Bambi. Cervos filhotes dependem de suas mães para se alimentar, se proteger e aprender como se tornar um adulto autossuficiente. Sozinhos, as chances de sobrevivência são drasticamente reduzidas.

Fonte: ANDA

Facebook

Quer mais histórias? Click »