Artesã cria bonecos de pano diferentes para promover inclusão

“Amigos da Inclusão” são bonecos de várias etnias que retratam algum tipo deficiência. Eles são criados pela artesã Cristiane Mendonça.

Ela faz bonecas e bonecos de pano para promover a igualdade e a diversidade entre as crianças.

A ideia surgiu portanto depois do pedido de uma amiga. A artesã, que já fazia diversas bonecas e itens decorativos, recebeu a missão de criar um boneco para Guilherme.

A mãe queria que o filho, com Síndrome de Down, tivesse um boneco no qual pudesse se reconhecer

“Quando fui entregar o boneco para Guilherme, levei a minha filha, Sofia, de 6 anos. Ela não parava de olhar pra ele, e ficou curiosa, já que nunca havia conhecido uma criança com Síndrome de Down. Foi neste momento que senti a necessidade em discutir as diferenças e trabalhar a inclusão”, contou.

Aos poucos, a artesã foi transformando o universo lúdico dos bonecos em pequenas doses de autoestima e empoderamento aos pequenos.

Foi assim que surgiu a linha “Amigos da Inclusão”, com bonecos que retratam crianças com algum tipo de deficiência, seja motora, visual ou auditiva.

“Fui percebendo que os bonecos ajudavam a falar sobre representatividade. Dessa maneira, o brincar lúdico se torna também pedagógico, promovendo a interação social e o respeito às diferenças”, comenta.

Vendas

Cristiane que é do Rio Grande do Norte, hoje mora no Rio de Janeiro e por lá participa de feiras de artesanato com sua marca Bottega das Artes e vende pelo site.

Também é possível encontrar o trabalho dela nas lojas Parceria Carioca, no Shopping da Gávea, no Jardim Botânico e no Museu do Amanhã.

“Amo trabalhos manuais e faço com amor. O que me encanta nos bonecos de pano é que cada um é único, com isso consigo valorizar o trabalho artesanal e ajudo os nossos pequenos a criar um vínculo de amizade, resgatando a importância do brincar livre e da fantasia das brincadeiras saudáveis”, afirmou a artesã, que também é mãe de Samuel, de 13 anos.

Fonte: So Noticia Boa

Facebook

Quer mais histórias? Click »