O auge do abuso de animais ao serviço do turismo: animais vivos em sacos como lembrança

É horrível brincar com a vida de seres indefesos, no entanto, muitas pessoas insistem em causar sofrimento a pequenos animais. Na China, foram atingidos os limites de abuso de animais, e tudo ao serviço do turismo. Alguns souvenirs de plástico são vendidos como chaveiros, mas na verdade são túmulos para pequenos animais.

Salamandras, tartarugas, sapos ou peixes trancados vivos em sacos minúsculos com líquidos coloridos. Que horror!

Imgur

Compartilhando o espaço reduzido com bolas coloridas ou outras decorações, eles não podem se mover ou respirar.

Imgur

Essa é uma forma lenta de morte, que deveria ser punida e quem faz isso é tão desumano como quem compra…

Imgur

A única coisa que merecia ser paga é a liberdade desses pobres animais, que tiveram o azar de cair em mãos humanas. Um par de tesouras ou uma faca seria suficiente para cortar o plástico, que os separa da liberdade!

Imgur

Supostamente, o líquido carrega nutrientes e oxigênio para os manter vivos por alguns dias. Mas, atordoados, os animais nem conseguem se mover. Na melhor das hipóteses, essas criaturas serão libertadas de sua prisão para acabar sendo animais de estimação.

Imgur

Além da agonia física, é também um tormento psicológico. Confira essa pequena tartaruga tentando encontrar uma saída para sua situação:

Youtube – Dewey Hammond

Infelizmente, não é a primeira vez que os animais são usados ​​para tais fins. Foram usados, na América do Sul, besouros vivos como decoração. No entanto, após a reação do público, a empresa cessou suas práticas!

 

Animais vivos em sacos como lembrança

 

Onde para a crueldade humana? Não conseguimos entender como existem pessoas capazes causar tanto sofrimento a animais indefesos. É preciso alguém levantar sua voz e acabar com essas praticas desumanas na China.

Compartilhe essa história, se você é contra os maus tratos a animais!

Fonte: La Nube de Algodón

Facebook

Quer mais histórias? Click »