Abrigo descobre que gatinho resgatado na verdade é um filhote de raposa

Um resgate da vida selvagem localizado em Shropshire, Inglaterra, recebeu uma ligação incomum. A chegada mais recente em um abrigo para gatos nas proximidades não era a gatinha que eles acreditavam que ela era. Ela era um filhote de raposa.

Os filhotes de raposa geralmente nascem em fevereiro e março e, com suas orelhas dobradas, rostos manchados e casacos macios, podem ter uma semelhança impressionante com gatinhos, que nascem o ano todo.

“Eles costumam ser confundidos com gatinhos porque não se parecem com uma raposa”, disse Fran Hill, gerente do  Cuan Wildlife Rescue. “Tivemos alguns no passado que podem ter um mês ou dois de idade que as pessoas criaram e depois percebem que não é um gato!”
 
Não é incomum que um filhote se separe da mãe, principalmente porque a mãe está sempre atenta às ameaças à sua pequena família. “A mãe às vezes move seus filhotes se ela se sentir preocupada com sua posição atual”, disse Hill. “Ela os leva um a um para o novo destino. Se perturbada ou desafiada, ela pode deixar cair o filhote. 

O abrigo para gatos transferiu o filhote para o Cuan Wildlife Rescue, onde foi encontrado um arranhão no nariz, mas sem outros ferimentos. Depois de uma semana no resgate, o filhote está indo muito bem, mas ele exige muita atenção para se manter saudável e forte.

O filhote é alimentado com leite três vezes por hora, de hora em hora, até meia-noite, e as mamadas começam de novo às 6 da manhã.

“Ele está sendo alimentado com uma mamadeira agora, mas provavelmente começará a lamber em breve”, disse Hill. “Eles amadurecem rapidamente.”

Se outro filhote de raposa órfã chegar à porta do resgate, os dois se mudarão para uma área juntos, onde poderão formar um vínculo e desenvolver as habilidades necessárias para serem libertadas na natureza. 

Mas, por enquanto, tudo o que o pequeno filhote precisa fazer é continuar crescendo forte.

Fonte: The Dodo

Facebook

Quer mais histórias? Click »