A triste história do cão que era chamado de “o intocável” – ele passou por abandono, fome e dor

Duke é um desses cães com uma história comovente. Há muitas pessoas que se lembram dele, já faz dois anos desde que ele foi resgatado. Ele experimentou uma crueldade terrível tendo passado por abandono, fome e dor.

Este cão não tinha chance de sobreviver. Mas tudo mudou pelo trabalho das pessoas que intervieram voluntariamente. Graças a essas pessoas hoje podemos contar essa história com um ótimo final.

Ele sobreviveu e mesmo com todas as feridas ele foi capaz de dar a única coisa que ele tem: amor.

Com dez meses, eles o deixaram completamente sozinho, abandonado e acorrentado a um velho e inutilizável trailer nos arredores de uma cidade na Bulgária, sob a mais cruel quarentena, sem comida ou água. Que tristeza!

Eles o chamavam de “o intocável” porque ele supostamente tinha uma doença perigosa e ninguém deveria se aproximar dele. A verdade é que ele havia sido descartado por seus donos com a única intenção de acabar com sua vida.

Aqui está um resumo em vídeo da história de Duke, o Intocável

Fazia 10 dias que estava lá, resistindo àquela provação, passando fome e frio, quanta dor!

A única comida que ele recebia eram algumas sobras deixadas por alguns transeuntes que passavam pelo local. Talvez sem conhecer a atrocidade que estava sendo cometida com esse pobre ser inocente, tudo o que ele precisava era de um herói para resgatá-lo. Parece que ele estava destinado a morrer.

Mas uma mulher que vivia na aldeia, viu este cachorrinho e percebeu a situação em que estava e o grande sofrimento que sofria, precisava ser tirado urgentemente daquele inferno. Ela interveio pedindo ajuda ligando para a caridade “ Rudozem Street Dog Rescue ”, que trabalha com animais necessitados. Imediatamente Tony Rowles foi investigar, o co-fundador do centro de resgate.

Este garotinho não podia ir a lugar algum, fezes o cercaram, sentiu um forte cheiro de amônia, havia muitas moscas, sua condição revelou desnutrição, suas patas dianteiras estavam dobradas.

Ele nos conta que a experiência desse encontro com Duke foi muito avassaladora, apesar de estar tremendo, compreensivelmente apavorado, ele teve a força para responder e agradecer beijando a primeira mão estendida para ele e abanando o rabo. 

Ele não sabia, mas a partir daquele momento sua vida seria totalmente diferente, livre das pesadas correntes emocionais e físicas.

O abrigo estava lotado, então Tony decidiu levar Duke para casa, ele ia ter a companhia dos cães e gatos da família. “Mesmo que tenha sido bom quando fizemos o primeiro contato no dia do resgate, ele mostrou em casa em seus movimentos, um forte medo em relação às pessoas, ele tentou ficar longe, levou várias semanas para se sentir seguro, fez um vínculo especial com minha esposa Diane. 

Ele não tinha nenhuma doença aparente, descobriu-se que a única coisa contagiante que Duke tinha era o seu charme.

A corrente que o prendia danificava sua garganta, causando uma tosse aguda. Foi chocante e comovente descobrir que suas pernas haviam sido quebradas por abuso passado.

O veterinário fez raios-x e os resultados revelaram o trauma, “Obviamente eles foram quebrados, seus pés foram quebrados, seus ligamentos foram destruídos, então seus ossos simplesmente flutuaram em seus pés”. Incrível o que esse cara teve que suportar.

Ele ia conseguir toda a ajuda que precisava para tentar curar suas pernas feridas. Ele era um menino corajoso e não pôde deixar de demonstrar seu entusiasmo apesar das dificuldades. Um lutador!

Após meses de cirurgia e uso de talas nas pernas, Duke começou a se recuperar, tanto por dentro como por fora. Ele finalmente conseguiu andar novamente com as pernas reconstruídas.

Além de sentir que estava protegido e que tudo ficaria bem em sua vida, que esse passado cruel fora deixado para trás, “sabíamos que havia chegado a hora, ele estava pronto para ser adotado”, disse Tony.

Desde que o grupo de resgate “Rudozem Street Dog Rescue” começou sua caridade oito anos atrás, mais de mil cães encontraram uma casa, alguns cruzaram as fronteiras e estão com suas famílias na Alemanha, Holanda, França, Bélgica e Estados Unidos. E agora Duke embarcaria em uma viagem à Inglaterra com a pessoa que o cativou, Diane Romaine se tornaria sua família.

“Foi um adeus em lágrimas”, lembra Tony. E na Inglaterra ainda mais lágrimas foram derramadas com uma saudação emocional de boas-vindas. ]

Duke está com uma família cheia de amor.

Dois anos se passaram e muitos quiseram saber como este querido amigo está. Diane gentilmente enviou as imagens com saudações do Duke.

Que alegria saber que ele vive recebendo algo que nunca deixou de ter em seu nobre coração e que sempre mereceu ter. Com essa nova oportunidade sua vida mudou totalmente para sempre.

Uma bênção e final feliz para o ser que já foi acorrentado e chamado de “intocável”.

Obrigado a todas aquelas pessoas que generosamente estendem sua mão amiga para os animais na condição de rua e se tornam os heróis que mudam suas vidas para sempre. E as famílias que os acolhem como membros de sua família, dando-lhes uma segunda chance de conhecer Amor e felicidade.

Fonte: Zoorprendente

Facebook

Quer mais histórias? Click »