Pai e filho heróis: Salvam cachorro deixado para morrer em poça de piche

Quem não gosta de umas boas férias em família? As férias são sem dúvida uma excelente ocasião para passar tempo de qualidade com a família e dar lições de amor e compaixão a nossos filhos.

Eles crescem demasiado depressa e quando vamos a ver, são homens e mulheres feitos, com suas próprias vidas e pensamentos. Enquanto pais, nós só temos de guiá-los pelos melhores caminhos e fazer deles melhores seres humanos do que nós.

Pai e filho estavam viajando em uma estrado do Chile, quando notaram algo incomum. Um cachorrinho estava se afogando em uma poça de piche preto. A pequena cabeça do animal, era a única parte de seu corpo que ainda permanecia à superfície, o suficiente para ele poder respirar.

Ambos sabiam que o patudo precisava de ajuda. Então eles pararam e tiraram o cachorro do piche. Em seguida pediram ajuda a uma equipe especializada, pois eles não sabiam mais o que fazer. Quando os socorristas chegaram ao local, eles perceberam que o canino tinha sido intencionalmente deixado ali para morrer.

Mas quem faria uma monstruosidade dessas?
Youtube – Inside Edition

Continua a ser um mistério que tipo de pessoa sem escrúpulos seria capaz de fazer mal a um animal inocente.

“A verdade é que este caso nos emocionou muito, mas não é o único que nos abalou”, disse Lissy Alvarado Gamez, dona da Puppets Vet City de Antofagasta, no Chile.

Lissy deu o nome de “Tar” ao animal e demonstrou seu orgulho pelo trabalho realizado por sua equipe. Eles trabalharam horas extra, apenas para salvar a vida desse cachorro. Para Lissy o animal estava completamente transtornado, por dentro e por fora: “Ele tem um rosto de felicidade, que é o nosso melhor pagamento”, disse Lissy.

Após ser completamente limpo, o animal estava faminto e desidratado. No final, os dois homens que o salvaram acabaram por ficar com ele. Isso só demonstra que esses dois não partilham apenas o DNA mas que ambos têm bons corações.

Compartilhe com seus amigos e familiares. Todos juntos podemos acabar com este tipo de atitudes desumanas.

Facebook

Quer mais histórias? Click »