Veterinário engana-se e dá droga da eutanásia a Shih Tzu mas ele luta até ao fim

Erros todos nós podemos cometer. Costumam dizer até que “Errar é humano”. O mais importante de um erro, é que possamos aprender com ele e remediá-lo o mais rapidamente possível.

Muitas vezes um simples erro pode colocar em causa a vida em alguém. Lembre-se de perdoar porque amanhã poderá ser você a errar.

Brittany Turnbill levou sua filha Sugar de 8 anos, um Shih Tzu ao veterinário local por causa de uma infcção de ouvido. A visita de rotina, rapidamente se tornou em uma emergência de vida ou morte quando um erro flagrante ocorreu.

Notey

Em vez de receber remédios para a infecção do ouvido, Sugar foi acidentalmente injetada com uma droga utilizada em processos de eutanásia.

O veterinário deu a notícia a Turnbill… Eles deviam levar a cadelinha com emergência para uma clínica em Columbus, Ohio. ” Nós acidentalmente demos uma droga da eutanásia e ela pode morrer”, foram as palavras ditas à família

Notey

Chocada e em pânico, a dona apressou-se com o animal de estimação da família para MedVet, um hospital animal com emergência 24 horas por dia. Sugar foi retirada de seus braços e levada para a UTI, onde um tubo traqueal lhe foi colocado e ela foi ligada a um ventilador.

Nada mais havia a fazer. Agora só lhes restava esperar. Não era possível reverter o efeito da droga mortal que percorria suas veias. O melhor que podiam fazer pelo animal era mantê-lo hidratado e intubado durante as primeiras 24 horas, que são as mais críticas e esperar que ela sobrevivesse.

Notey

Sugar conseguiu resistir à primeira noite, mas um veterinário do MedVet informou Turnbill que seriam necessárias mais 72 horas para seu pequeno corpo metabolizar a droga, antes que eles pudessem determinar os danos.

Notey

Ainda naquele dia, a família visitou o animal que se encontrava ainda inconsciente. Sei ritmo cardíaco aumentou de forma promissora. Sugar decidiu lutar! Na noite seguinte, o pequeno filhote de cachorro já estava suficientemente forte para ser retirado do ventilador. Embora ainda não tivesse acordado, tudo indicava que ela estava se recuperando muito bem.

Notey

Apenas três dias após esse inferno ter começado, a patudinha emergiu de seu coma! O tubo de respiração foi removido e ela começou a andar por si mesma e comeu até uma lata de comida inteira, de seu sabor favorito: galinha.

Turnbill e sua família ficaram tão felizes com a recuperação de Sugar que não contiveram as lágrimas. Pela primeira vez puderam pegar na peluda, após o sucedido. Mas ela ainda não tinha terminado os exames. Era preciso verificar se havia danos cerebrais permanentes.

Notey

Após ser realizado um EEG, revelou-se a possibilidade de haver alguma perda de memória a curto- prazo. Sugar vai ficar bem! Apesar de ter sofrido uma úlcera em um de seus olhos durante o momento de emergência, ela finalmente está fora de perigo.

Notey

A cadelinha já está em casa, tomando medicação para o olho ferido e sua infecção na orelha. Trouxe até um adorno novo de MedVet… Um colar que tem de usar em torno de seu pescoço para não esfregar o olho. Sua família está grata por tê-la consigo, porém está exausta.

Notey
Notey

Pessoas por todo o mundo estão dando apoio a Turnbill. Sua história é tão emocionante! Apesar de toda a situação, a mulher não tem palavras de raiva contra o veterinário que se enganou. Antes pelo contrário ela elogia a forma rápida como ele se deu conta do erro e lhe deu a possibilidade de salvar Sugar. Suas palavras de gratidão estão contagiando não só a internet como o pessoal da MedVet.

Notey
Facebook

Quer mais histórias? Click »