Mulher cega consegue ver sua cadela-guia pela primeira vez

Mary Sedgwick estava estudando medicina na Carolina do Norte, quando foi diagnosticada com neurite óptica bilateral. Essa é uma condição estranha, que conduz à perda progressiva da visão. Ao longo dos anos, a mulher foi perdendo o sentido da visão e em 2003 foi declarada cega.

Antes de conhecer sua cadelinha, Mary estava mergulhada em depressão…

Rumble

Infelizmente, Mary teve que desistir de uma carreira no campo da medicina, algo que sempre foi primordial em sua identidade. A mulher sempre teve uma vida muito ativa, no entanto, sua condição não permitia que ela trabalhasse como antes… O seu estado de depressão só foi aumentando!

Rumble

Felizmente, tudo começou a melhorar quando a mulher recebeu uma cadela-guia para a ajudar no seu dia-a-dia. Agora, a cadelinha chamada Lucy, já acompanha Mary há cerca de oito anos.

Rumble

Mary explica que, graças a Lucy, ela conseguiu reconstruir sua vida: “Eu sabia que naquele momento minha jornada de vida estava começando de novo.” O maior apoio que a Golden Retriever deu a Mary foi o amor e a amizade, que a ajudaram a sair da depressão.

Rumble

Graças a uma tecnologia, chamada eSight Electronic Glasses, Mary pôde ver sua companheira e abraçá-la com todas as suas forças. As lentes em questão têm uma câmera frontal HD, anulando em grande parte as limitações da vista de Mary.

Rumble

Um vídeo emocional registou o momento em que Mary chora de emoção por, finalmente, ver Lucy. “Meu coração não para de pensar naquele momento e minha mente explodiu em emoção pensando no potencial futuro.”, disse a mulher.

Mulher cega consegue ver sua cadela-guia pela primeira vez

Confira o momento repleto de emoções no vídeo abaixo:

Mary espera comprar seus óculos e continuar vendo Lucy… No entanto, os óculos custam mais de 10 mil doláres. Se quiser ajudar Mary a alcançar seus objetivos não hesite em fazer uma doação!

Compartilhe essa história incrível com seus amigos e familiares!

Fonte: Zoorprendente

Facebook

Quer mais histórias? Click »