Marido e mulher estão ligados ao suporte de vida, e recusam-se largar as mãos quando desligam as máquinas

Nem a morte separa o amor, e este casal de Ontário, Jim Mininni e Cindy Ireland, provaram que isso é verdade. Jim lutou contra o câncer durante oito anos, antes de acabar ligado ao suporte de vida na unidade de tratamentos intensivos do Kingston General Hospital. Cindy teve um ataque cardíaco no dia seguinte, e também foi colocada em suporte de vida. Infelizmente, eles estavam em hospitais diferentes.

“Eu e meu irmão não dirigimos, então ir a Kingston e a Brockville era muito difícil”, disse Chris, o filho. “Nós tentamos transferir a nossa mãe para Kingston, mas ninguém conseguia nos ajudar.”

Shareably

Eventualmente, o médico de Jim conseguiu fazer a transferência. “Eu deveria ter percebido que não era um bom sinal, mas eu estava muito agradecido pelo que ele fez”, disse Chris. Jim acabou retirando seu tubo de respiração durante um pesadelo. Ele havia assinado um papel para não o ressuscitarem, então o tubo não foi substituído. Não havia mais nada que pudesse ser feito por ele.

“Dissemos a ele que: ‘a mãe está aqui agora'”, disse Chris. “Ele começou a surtar. Mas quando dissemos a que ele não iria resistir, ele pegou numa caneta e num papel e tentou escrever porque não sabia falar.”

O homem escreveu a palavra “mãe” aos filhos. Então, o hospital fez algo que nunca tinha feito antes.

Shareably

Eles colocaram dois pacientes, um que estava em suporte de vida, o outro que acabou de sair dele, na mesma sala. “Foi muito arriscado. Mas eles fizeram isso por eles. Ele começou a berrar e dizer obrigado fazendo o movimento de oração”, disse Chris sobre seu pai.

Jim conseguiu apertar a mão da esposa enquanto ela estava sedada.

Shareably

Chris decidiu que tiraria uma foto aos dois, já que provavelmente seria um dos seus últimos momentos juntos na Terra. “Se há uma definição do meu pai, é que ele era um marido orgulhoso e pai orgulhoso”. Cindy acordou alguns dias depois, e encontrou conforto, sabendo que teve a chance de estar com o marido mais uma vez antes de ele morrer.

Compartilhe se acha que o amor não tem limites nem de idade, nem de tempo!

Fonte: Shareably

Facebook

Quer mais histórias? Click »