Soldado foi obrigado a deixar seu melhor amigo canino para trás – Um mês depois eles se reencontram no outro lado do mundo

Todos nós conhecemos alguma história a cerca de um soldado que teve de partir em missão e largar sua vida em seu país. Muita coisa fica para trás, família, animais de estimação e muitas vezes uma história de amor.

Mas e se o contrário acontecesse? E se a história de amor e dedicação ficasse no país para que o soldado foi em missão? Ter que dizer “adeus” nunca é fácil. Não podemos abaixar os braços e desistir de nossa felicidade!

Um filhote de cachorro abandonado apareceu em uma base militar no Iraque. Os soldados optaram por adotá-lo. O nome que escolheram para o animal foi Ollie e o animal rapidamente formou uma ligação especial com um dos soldados, Ken Wyrsch.

Durante sua missão no estrangeiro, Ollie e Ken partilharam muito tempo e momentos juntos. Contudo, o homem foi forçado a regressar a casa depois da missão no Iraque e isso envolvia ter que partir e deixar seu amiguinho patudo para trás.

O exército não aceitou o animal na base militar após a partida do soldado Ken pois não havia ninguém para cuidar dele. Uma vez mais, Ollie ficaria sem teto.

Ken recusou-se a desistir. Ele sabia que Ollie estava caminhando para um futuro catastrófico e ele ia fazer de tudo para ser autorizado a regressar a casa com seu melhor amigo. Para isso, ele entrou em contato com a organização SPCA Internacional, na esperança de que eles pudessem angariar fundos para ajudarem Ollie a ir consigo para casa. Um mês depois, algo aconteceu…

O sonho tornou-se realidade! Ken vai buscar seu patudinho ao aeroporto dois meses após serem separados e é realmente um momento emocionante. Veja a felicidade destes dois amigos em um encontro único!

 

Facebook

Quer mais histórias? Click »