Mãe dá à luz a gêmeas prematuramente – aos 30 minutos, o médico entra e diz: “Sinto muito”

Hoje em dia, as grávidas já podem saber qual o sexo do bebê, e se ele é saudável ou não, mesmo antes do parto. Apesar dos avanços da medicina, a natureza arranja sempre uma maneira de nos surpreender. Nicola Bailey ficou radiante quando descobriu que ia ter gêmeas. Nos ultrassons, tudo parecia estar bem com elas. No entanto, 30 minutos após o nascimento, o médico disse: “Sinto muito”.

Nicola e Todd Bailey estavam muito animados, por isso as palavras do profissional de saúde partiram o coração dos pais. O casal já tinha um menino de 4 anos, Lucas, quando recebeu a feliz notícia de que ia ter mais duas lindas garotas na família.

Youtube – Inside Edition

“Eu tive uma sensação estranha quando vi que estava engordando muito mais rápido do que na minha gravidez anterior”, diz Nicola. Para além disso, a gestante também sentiu muito mais náuseas e mau estar. Logo que fez o primeiro ultrassom, a mulher soube porquê: ela estava esperando gêmeas.

Às 32 semanas de gravidez, Nicola entrou em trabalho de parto. Os médicos foram capazes de parar as contrações durante uma semana. Passado esse tempo, Harper e Quinn nasceram. “Assim que as vi, o meu coração derreteu. Ambas eram lindas”.

Youtube – Inside Edition
Médico lamenta nascimento de bebê com Síndrome de Down

Como eram bebês prematuras, elas precisaram de cuidados especiais após o nascimento. Mas, apenas 30 minutos após o parto, o médico disse a Nicola: “Sinto muito”. Os médicos suspeitavam que Harper tivesse síndrome de Down. As análises e testes realizados confirmaram o diagnóstico mais tarde.

Youtube – Inside Edition

O casal não sabia que a filha Harper tinha essa condição até que ela chegou ao mundo, 38 minutos depois da sua irmã, Quinn. “A nossa família é perfeita e eu não a trocaria por nada no mundo”, diz Nicola.

Youtube – Inside Edition

“Harper é Harper e Quinn é Quinn”, diz a mãe. “Elas não são a mesma pessoa e eu tento não compará-las, mesmo que seja difícil”. Nicola, de 32 anos, é enfermeira e agora trabalha para consciencializar sobre o Síndrome de Down, que causa uma série de atrasos e disfunções físicas.

Youtube – Inside Edition

Apesar da bebê ser diferente, Nicola acha que o médico não precisava se lamentar: ela é perfeita tal como é. Compartilhe esta história se acha que as duas gêmeas são igualmente bonitas e especiais!

Fonte: Newsner

Facebook

Quer mais histórias? Click »