Jovem responde ao doloroso comentário do joalheiro sobre o seu anel de noivado

Normalmente, quando pensamos em pedidos de casamento, a primeira coisa que nos vem à mente é um anel bonito com diamantes. Nem toda a gente tem dinheiro para comprar esse tipo de jóias, mas isso não quer dizer que o amor seja menor. Ariel Desiree McRae sabe perfeitamente disso. Infelizmente, ela e o seu futuro marido receberam um comentário muito triste por parte do joalheiro que vendeu o seu anel de noivado.

Então, a mulher resolveu publicar uma mensagem muito emocionante mostrando orgulhosamente seus anéis em 130 dólares (109 euros / 422 reais): “Porque pensamos que os bens materiais significam necessariamente Amor?” é o título da sua postagem emocionante.

“Minha última publicação expressa de forma exata como me sinto. Meu marido não tem muito dinheiro, nenhum de nós tem. Nós fazemos o nosso melhor para pagar as contas e comprar algo para comer. Mas, depois de quase 2 anos de relacionamento, decidimos que não poderíamos esperar, então nós decidimos casar.

Eu nem pensei no anel de noivado ou nas alianças de casamento, eu só queria me casar com meu melhor amigo. Ele não viu coisas assim. Ele deu tudo o que pode para me oferecer dois anéis correspondentes à marca Pandora. Prata esterlina e zircônia cúbica para ser precisa…

Facebook – Ariel Desiree McRae

No entanto, enquanto comprávamos nossos anéis, uma mulher que trabalhava na loja veio até nós para ajudar o lojista que estava nos atendendo. Ela disse: ‘Como é que os homens podem comprar esse tipo de coisas como um anel de noivado? É patético.’ Quando ela pronunciou essas palavras, vi a cara do meu futuro marido entristecer. Ele já se sentia mal por não poder me oferecer o jogo de anéis com a pedra em forma de pêra que eu amava…

Ele realmente viu isso como um fracasso e continuou me perguntando: ‘Você tem certeza de que está feliz com isso? Tem certeza de que está bem?’ Ele tinha tanto medo de não me deixar feliz o suficiente e que me recusasse a casar com ele porque os anéis não eram caros ou não suficientemente grandes. A velha Ariel colocaria essa mulher no seu lugar. Mas a madura e sábia Ariel simplesmente respondeu: ‘Não é o anel que conta, é o amor que ele simboliza’. Compramos os anéis e partimos.

E sim, teria me casado com este homem se ele me oferecesse um anel de 25 centavos de um dispensador de doces. Em que altura nossa nação desceu tão baixo que achamos que um homem realmente não gosta de uma mulher se ele não lhe oferece uma jóia que custe mais de 3.000 dólares? Que decreto lei diz que um anel super vistoso é uma garantia do seu amor?”

Facebook – Ariel Desiree McRae

“Por que os ‘bens materiais’ significam necessariamente “amor”? Meu marido estava tão assustado que eu não o quisesse mais porque ele não podia me oferecer uma jóia. Ele tinha medo de que meu amor por ele diminuísse porque não podia me comprar o conjunto de anéis que eu queria. A sociedade tornou possível isso e é muito triste.

Mas eu estou aqui, casada, com dois anéis de 130 dólares, o amor da minha vida ao meu lado e mais feliz do que alguma vez sonhei.”

Compartilhe se concorda com Ariel, e acha que devemos acabar com a sociedade materialista de uma vez por todas!

Fonte: Incroyable

Facebook

Quer mais histórias? Click »