Mestre do cachorro chega em sua casa e vê sangue por todas as paredes – então, rapidamente entende a situação

As pessoas que planejavam cometer um roubo nessa casa, na cidade americana da Virgínia, estavam convencidas de que seu plano era perfeito.
A casa estava vazia, então os criminosos não tinham medo de serem interrompidos no meio de sua tentativa de roubo!

Mas eles não previram que o cão da família, Oden, cuidava da casa quando a família não está por perto…
Quando Tristan Murrin passou pelo corredor, ele não encontrou sinais de roubo. Mas quando abriu a porta, ele viu um grande derramamento de sangue no chão. Foi então, que descobriu que o cão da família não estava feliz com a visita inesperada desses intrusos. O cão seguiu os ladrões por toda a casa e os mordeu muito a sério, até que desistissem.

É claro que os autores não tiveram tempo para roubar objetos de valor dessa família, pois provavelmente estavam mais concentrados em fugir de Oden.
Nas imagens abaixo, você pode ver o que a família descobriu no momento da chegada:

Youtube – Eric Andersson

Posteriormente, Tristan decidiu publicar suas fotos no Facebook , onde excederam os 130,000 “Gostos”.

“Eu não poderia estar mais orgulhoso dele. É uma raça realmente incrível, e é por isso que qualquer pessoa que não tenha um cachorro deve considerar adotar um. O pastor alemão é uma raça fantástica”, disse Tristan sobre seu cachorro Oden.

Você pode se perguntar porque é que a família tem um cão tão agressivo em casa… Mas em tempos normais, Oden é um cão muito amigável e feliz, e as crianças do bairro adoram brincar com ele. Além disso, ele nunca havia mordido ninguém antes. O patudo simplesmente se certificou de proteger sua família contra um roubo!

Youtube – Eric Andersson

Eu acho que o cão fez o trabalho dele. Ele sabia que alguém não deveria estar em casa”, disse Tristan.

Dê uma olhada nesse vídeo, para ficar a conhecer um pouco mais sobre esse herói:

Compartilhe essa história incrível com seus amigos e familiares!

Fonte: Incroyable

Facebook

Quer mais histórias? Click »