Bebê sofre queimaduras de 2º grau devido a um perigo que poucos pais conhecem

O verão é a altura ideal para passearmos, irmos à praia e sairmos para apreciar as paisagens. No entanto, esta estação esconde perigos que muitos desconhecem. Somos sempre lembrados para termos atenção ao sol e, especialmente, para nunca deixarmos uma criança ou um animal dentro de um carro quando está muito calor. Infelizmente, foi preciso o pequeno Nicholas Woodger ficar com queimaduras de 2º grau para que outro perigo fosse divulgado. Agora, o corpo de bombeiros de Las Vegas que decidiu postar fotos do corpo da criança para alertar outras pessoas.

Daily Mail
Perigo da mangueira

Eles queriam que os internautas permanecessem vigilantes em todos os momentos, para que um acidente deste tipo não volte a acontecer de novo. “Uma mangueira de jardim que é exposta ao sol durante algum tempo pode aquecer a água dentro do tubo a uma temperatura perto do ponto de ebulição. Então, deixe a água correr durante alguns minutos para que ela tenha tempo de esfriar antes de borrifar humanos ou animais.”

A mãe do pequeno Nicholas Woodger queria refrescar o seu bebé de 9 meses, e não fazia ideia de que a água iria estar fervendo. Então, acidentamente, ela queimou cerca de 30% do corpo do filho. Ao querer encher uma pequena piscina infantil, a mãe queria que a criança se divertisse ao ar livre. O que ela não sabia era que a água dentro da mangueira tinha aquecido de tal forma que a temperatura poderia queimar a sua pele.

Daily Mail

Naquele dia, estavam mais de 40 graus Celsius em Phoenix. De acordo com os bombeiros, a essa temperatura uma mangueira de jardim pode subir até 65 graus Celsius.  De acordo com a mãe de Nicholas Woodger, ela não percebeu imediatamente que a água estava fervendo. Só quando o filho começou a chorar é que ela parou. Alguns minutos depois, ele ficou com queimaduras de 2º grau e bolhas por todo o corpo.

Verifique sempre a água da mangueira quando for usá-la no verão. Compartilhe para que outras pessoas possam ter conhecimento disso!

Fonte: Vamos Lá Portugal

Facebook

Quer mais histórias? Click »