Pit Bull foi abandonada e levada para abrigo com alta taxa de sacrifício. Ele está ficando sem tempo!

Nós julgamos os abrigos que têm uma alta taxa de sacrifício animal, afinal de contas ninguém quer ver nem saber que inúmeros patudos perdem a vida em locais que deveriam ser de proteção. Mas será a culpa apenas dos abrigos? Nós também temos uma parte da culpa! Se não houvessem tantos abandonos, maus tratos e negligências com caninos, não seria necessário que grande parte dos animais estivessem nessas instituições.

Parar o crescente número é uma tarefa difícil mas não impossível! A superlotação dos abrigos, quebra a garantia do tratamento adequado a todos os animais. A questão que se coloca é: Colocar os animais para dormir ou deixá-los viver em condições desumanas?

É difícil demais decidir, não é? Então vamos só consciencializar o máximo de pessoas possível, para que nunca mais ninguém tenha que tomar essa decisão.

A vida em abrigos de alta taxa de sacrifício não é fácil. O abrigo Carson animal é um desses. Devido à superlotação, eles são obrigados a colocar alguns animais para dormir e não existem exceções. Por outras palavras, se um animal já está há algum tempo no abrigo e ainda não foi adotado, eles o levam imediatamente para o “corredor da morte”, onde ele passa seus últimos dias vivo.

Petharbor

Esse Pit Bull sabe tudo acerca de ser abandonado por um dono sem coração, que não quer saber de seu bem estar, nem leva em conta os anos de lealdade. Ele limitou-se a sentar-se e esperar que alguém lhe desse outra chance de voltar a ser feliz. Infelizmente, seu único refúgio agora é um brinquedo. O Pit Bull dorme no concreto, chorando toda a noite, esperando que o fim de sua vida chegue.

O canino não tem nome ou história, apenas está em uma lista de Patharbor:
“Eu sou um Pit Bull Terrier, branco e marrom. No abrigo eles pensam que eu tenho cerca de 4 anos de idade. Estive no abrigo desde 27 de agosto de 2016”

A triste realidade é que Carson é o lugar onde animais abandonados e vadios vão parar, para um dia mais tarde serem colocados para dormir. Carson tem vindo a lutar contra a alta taxa de ocupação que os deixa sem solução senão a eutanásia. A grande questão é que esse filhote de cachorro ainda permanece vivo, após um mês em Carson, o que pode ser considerado uma eternidade.

Petharbor

A equipe apela às pessoas para adotarem animais de abrigos e canis. Ninguém quer ter que colocar um animal para dormir só porque já não existem condições para mantê-lo vivo. Consciencializar as pessoas para a adoção em vez da compra e para pararem de abandonar os patudos, é agora a única coisa que nos resta a todos, amantes de cachorrinhos

Compartilhe com seus amigos e familiares. Ajude a combater o abandono e a eutanásia e a promover a adoção!

Fonte: HolaWamiz

Facebook

Quer mais histórias? Click »