Está sempre doente? Estes 8 poderosos óleos essenciais podem matar praticamente qualquer germe!

Muita gente pensa que os óleos essenciais são apenas utilizados na aromaterapia, massagem e outros tratamentos de spa. Só que eles servem para muito mais do que isso… os cientistas têm vindo a descobrir que estes produtos podem tratar uma enorme variedade de doenças.

Existem centenas de óleos essenciais diferentes, e alguns oferecem propriedades antibacterianas únicas. Poucas pessoas sabem que eles podem mesmo matar germes, vírus e fungos, lutando contra uma série de infeções e doenças da pele. Para além disso, não temos de lidar com os efeitos colaterais dos antibióticos. Resumindo: são uma solução natural, eficaz e barata!

Conheça aqui 8 óleos essenciais ótimos para matar germes.

Shutterstock

1. Óleo essencial de árvore do chá.

O óleo essencial da árvore do chá é antibacteriano, antiviral e antimicrobiano. Para além disso, é um dos poucos que podem ser aplicados diretamente na pele sem serem diluídos primeiro. Ele é bem conhecido pela sua capacidade de tratar doenças de pele como eczemas, psoríase, acne e verrugas.

Também conhecida como óleo de melaleuca, essa substância vem das folhas da árvore do chá, ou planta Melaleuca, que é nativa da Austrália. Ela já é usada há vários séculos como um anti-sético. Normalmente, esmagamos as folhas da árvore do chá, aplicando-as em cortes, infeções e queimaduras.

Na década de 1920, esse óleo se tornou amplamente conhecido além das fronteiras da Austrália, quando o químico Arthur Penfold publicou uma série de artigos sobre suas propriedades anti-séticas. Desde então, tem havido inúmeros estudos que comprovam essa teoria.

Por exemplo, em 2004, uma revisão científica examinou a sua capacidade de matar bactérias e descobriu que ele pode ser usado como um tratamento para feridas. A substância também pode tratar infeções graves como as provocadas pela staphylococcus aureus, resistente à meticilina.

Um estudo de 2013 analisou os efeitos do óleo essencial da árvore do chá em seres humanos que tinham feridas infetadas com as bactérias staphylococcus aureus. Os participantes tratados com o produto natural cicatrizaram mais rapidamente do que aqueles que foram tratados convencionalmente.

Você pode usá-lo em um difusor para ajudar a aliviar a congestão nasal e outros sintomas de resfriado ou gripe. Outra maneira de utilizar esta substância é simplesmente adicionar algumas gotas de óleo da árvore do chá a um pote de água quente, cobrir a cabeça com uma toalha e, em seguida, respirar os vapores por cinco minutos.

2. Óleo essencial de orégano.

Toda a gente utiliza o orégano como uma especiaria, mas ele também é um excelente antibiótico terapêutico. Foi reconhecido pela primeira vez por suas propriedades antibacterianas e desinfetantes na Grécia antiga, onde foi frequentemente usado para tratar feridas e infeções bacterianas na pele.

O óleo essencial de orégano mata bactérias e pode até ajudar a controlar infeções por estafilococos. Ele também possui propriedades anti-séticas, antivirais, antioxidantes, antifúngicas, anti-inflamatórias e analgésicas.

Um estudo de 2001, conduzido pela universidade de Georgetown, descobriu que as propriedades de matar germes desse óleo eram quase tão eficazes quanto a maioria de antibióticos. Ele é especialmente bom para combater os fungos das unhas e dos pés.

Parao utilizar, basta colocar algumas gotas de óleo essencial de orégano em uma pequena banheira de água e mergulhar seus pés na solução.

Este óleo também pode ser bastante útil se você estiver sofrendo de uma infecão sinusal. O orégano causa danos significativos às bactérias e ajuda a minimizar a capacidade das bactérias de produzir toxinas, que podem ser extremamente perigosas.

3. Óleo essencial de canela

O óleo essencial da canela pode ser um dos antibacterianos mais fortes do mundo, de acordo com uma pesquisa. Em um estudo de 2006 realizado no “Loyola College’s Entomology Research Institute” em Chennai, Índia, foi provado que esta substância combate algumas bactérias, incluindo:

– Staphylococcus aureus.

– Escherichia coli.

– Bacillus subtilis.

– Pseudomonas aeruginosa.

– Klebsiella pneumoniae.

Utilize o óleo de canela em um difusor para purificar o ar e matar os germes. Ele é especialmente eficaz quando usado com outros agentes antibacterianos, como a árvore de chá, eucalipto ou óleo de cravo, matando quase 99% das bactérias no ar em apenas alguns minutos.

4. Óleo essencial de toranja

Esste é um antibiótico natural altamente eficaz com a capacidade de combater uma série de infeções comuns. Em um estudo da Universidade do Texas, os pesquisadores descobriram que as gotas deste óleo tinham  antibacterianas.

Outra investigação, desta vez de 2011, publicada no Jornal Internacional Food Science & Technology relatou que o óleo era eficaz contra estirpes de bactérias como Staphylococcus aureus, Enterococcus faecalis, Staphylococcus epidermis, Escherichia coli, Salmonella Typhimurium, Serratia marcescens e Proteus vulgaris.

Para além de sua capacidade de combater as germes, o óleo essencial de toranja contém propriedades antimicrobianas que podem ajudar a tratar e a prevenir infeções em feridas e cortes, bem como eliminar os micróbios nos rins e no intestino. Ele ajuda na função endócrina, estimula a produção de bílis e sucos gástricos para ajudar o sistema digestivo e oferece efeitos estimulantes que podem fazer você se sentir mais atento.

Use o óleo essencial de toranja através da inalação para ajudar a eliminar a fadiga mental, dores de cabeça ou depressão, bem como para ativar o sistema linfático e limpar toxinas.

5. Óleo essencial de cravo

Esta substância é muito conhecida para o tratamento das dores de dentes. Na verdade, as pessoas têm vindo a usá-lo para tratar este problema doloroso há centenas de anos. Seu uso como uma cura para as dores de dentes foi documentado pela primeira vez em 1640, embora seja provável que o cravo já fosse usado há mais de 2.000 anos como tratamento homeopático.

Como contém um elevado nível de eugenol, este óleo é especialmente versátil. Os investigadores têm estudado cuidadosamente esta substância, e ela tem se revelado ser uma alternativa eficaz para muitos tratamentos médicos modernos.

21 óleos essenciais foram testados contra bactérias como E. coli, e o de cravo ficou em segundo, perdendo apenas para a poderosa canela

Para usá-lo para dores de dentes, adicione uma gota de óleo essencial de cravo em uma bola de algodão e pressione-o na área afetada durante 15 minutos. Você também pode usá-lo topicamente para tratar doenças da pele como acne e verrugas, ou inalá-lo para ajudar a aliviar problemas respiratórios como resfriados, tosse ou asma.

6. Óleo essencial de tomilho.

Ele é antibacteriano, antiespasmódico, anti-séptico, e possui propriedades calmantes. Pesquisas realizadas na Universidade do Tennessee provaram o seu efeito contra bactérias no leite e nas salmonelas.

Os resultados, publicados no International Journal of Food Microbiology, indicaram que as suas “nanoemulsões” podem ser uma excelente alternativa para proteger o corpo de bactérias nocivas.

Óleo de tomilho pode drenar o congestionamento e curar infeções, ajudando ainda a lutar contra constipações e condições semelhantes. Ele também é ótimo para livrar o corpo de toxinas, sendo um remédio ideal para tomar logo quando você sente os sintomas iniciais de um resfriado ou gripe.

O tomilho também é usado para tratar condições como fadiga, gota, artrite, feridas, dores menstruais, pré-menopausa e sintomas de menopausa. Pesquisadores da Universidade Babol de Ciências Médicas no Irã confirmaram que o tomilho reduz as dores das cólicas menstruais de uma maneira mais rápida e eficaz do que o ibuprofeno.

Para usar este óleo essencial, coloque algumas gotas em seu difusor, ou adicione óleo de tomilho ao vapor de água quente e inale.

7. Óleo essencial de capim-cidreira.

Este é um dos óleos essenciais antibacterianos mais potentes. Embora não tenha um cheiro tão forte como óleo essencial de limão, que é comumente usado em limpadores antibacterianos, ele não é menos poderoso.

O capim-cidreira pode inibir o crescimento de bactérias tanto internamente como externamente. Para além disso, é um verdadeiro aliado contra infeções, doenças da pele, odores corporais e até intoxicações alimentares.

Ele também ajuda a melhorar a circulação sanguínea, aliviando cólicas, dores nas costas e espasmos musculares. Se você costuma ter pé de atleta, esfregue-o em seus pés para evitar o crescimento de fungos.

8. Óleo essencial de bergamota

O óleo essencial da bergamota tem um aroma encantador. Mas, para além disso, ele possui propriedades antibacterianas poderosas. Os italianos há muito reconhecem seu potencial medicinal, usando-o para se livrar dos vermes intestinais. Ele é conhecido também por curar cicatrizes, aliviar dores de cabeça, reduzir a tensão muscular e matar bactérias.

O melhor de tudo é que o óleo combate certos tipos de bactérias e infecções como endocardite, meningite. A bergamota pode ajudar aqueles que sofrem de condições como herpes e úlceras na boca, pois acelera a cura das mesmas. Para além disso, este óleo essencial pode amenizar crises de acne.

E você, já conhecia os benefícios destes óleos essenciais?

Facebook

Quer mais histórias? Click »