Câmera do ônibus capta motorista pegando um garoto aterrorizado – as crianças impotentes observam enquanto o tempo se esgota

Cada vez que entramos em um ônibus, táxi ou avião, estamos colocando nossa confiança no motorista desses meios de transporte. Tudo o que queremos é chegar ao nosso destino com segurança. Mas essa mulher fez muito mais do que apenas dirigir dentro dos limites de velocidade e com cautela… a motorista salvou um garoto da morte!

Um menino de 5 anos estava se divertindo com seus colegas num ônibus quando algo muito trágico aconteceu. Nesse momento, a motorista do veículo olhou para trás para se certificar que as crianças estavam se comportando. Então, ela ouviu um barulho que nunca esquecerá…

Youtube – Inside Edition

Uma criança estava sufocando, e seu colega correu para alertá-la. Ela mal podia acreditar, e sua primeira reação foi gritar: “Você está falando sério?”. O tempo se esgotava a cada segundo para aquele garoto, e a mulher precisou agir rápido e decidir o que deveria fazer. A maioria das pessoas teria entrado em pânico, mas a corajosa motorista fez algo incrivelmente heróico…

Youtube – Inside Edition

Ela rapidamente correu e auxiliou o garoto que se engasgou com uma moeda. Apesar de não ser da sua competência, a motorista não pensou duas vezes em salvar o menino. E o melhor de tudo é que essa cena heróica foi captada pela câmera do ônibus.

Youtube – Inside Edition

Seu heroísmo foi uma bênção para esse menino. Depois de remover a moeda da via aérea do menino, ela ficou com ele para garantir que estava bem e se acalmava.

Youtube – Inside Edition

É maravilhoso ver a forma como a mulher tratou da situação assustadora de forma tão rápida e eficaz.

Youtube – Inside Edition

Assista por si mesmo ao momento aterrorizante, que poderia ter tido outro desfecho se não fosse a coragem dessa maravilhosa motorista!

Essa mulher não cedeu ao pânico, e conseguiu salvar uma criança da morte. Compartilhe se acha que essa motorista é uma verdadeira heroína!

Fonte: Sharetap

Facebook

Quer mais histórias? Click »