Médico desliga as máquinas da jovem de 22 anos e ela volta à vida

Sam Hemming, uma jovem de 22 anos, tinha uma vida inteira pela frente. Ela se formou com notas altas, tinha um namorado que a amava muito e estava prestes a começar uma carreira como advogada. Agora imagine todas estas conquistas desaparecerem num abrir e fechar de olhos? Foi exatamente isso que aconteceu com a garota, após sofrer um acidente de viação.

Facebook – Sam Hemming

Sam Hemming sempre foi uma estudante aplicada, e tinha objetivos definidos: se tornar uma advogada e ajudar as pessoas. Mas, aos 22 anos, sua vida foi destruída.

Wikipedia
Jovem sofre acidente de carro

Num dia de verão, em julho de 2016, Sam estava dirigindo para casa com o namorado, Tom, quando algo terrível aconteceu. Eles tiveram um acidente de carro, e nunca chegaram ao destino. O namorado de Sam escapou apenas com pequenos ferimentos, mas ela voou pelo pára-brisas e ficou em estado crítico.

CBS New York

Sam foi levada de helicóptero para o Hospital Universitário de Coventry. Lá, eles descobriram que a jovem quebrou o pescoço em quatro lugares. Mas isso não foi o pior. Os médicos precisavam colocar a garota num coma induzido. O traumatismo craniano havia inutilizado uma parte do cérebro de Sam.

Facebook – Sandra Darelius
Médicos desligam suporte de vida

A jovem ficou 19 dias no hospital. Passado esse tempo, os médicos se aproximaram da mãe, Carol, e disseram que a filha nunca mais acordaria. A mulher foi forçada a tomar uma decisão que nenhum pai deveria tomar. Ela seguiu os conselhos dos doutores, e autorizou que desligassem o suporte de vida da filha. “Eles geralmente dão ao paciente três tentativas para ver se conseguem respirar por conta própria,” disse Carol.

CBS New York
Jovem acorda do coma

Mas depois que os médicos desligaram o suporte de vida, eles viram algo que intrigou a todos. Apenas alguns minutos depois das máquinas serem desligadas, algo pareceu se mover sob o cobertor de Sam. A jovem mexeu o dedo do pé. Foi um sinal!

Não muito tempo depois, Sam acordou e ninguém podia acreditar em seus olhos. Todos na sala concordaram que esse era um milagre.

Facebook – Sam Hemming

O lado direito do cérebro de Sam tinha sido completamente devastado no acidente, mas o esquerdo havia sobrevivido. Com muita ajuda e muito trabalho, Sam conseguiu aprender a andar e a falar de novo. Ela ainda tem um longo caminho a percorrer, mas já deu passos incríveis.

Facebook – Sam Hemming

O sonho de Sam de ser um advogada permanece firme, aliás, se tornou ainda mais forte desde o acidente. Ela esta grata a todos os que a ajudaram, desde a equipe médica de emergência até as enfermeiras, médicos e pessoal de reabilitação.

Compartilhe se você também acha que os médicos e enfermeiras merecem todo o apreço do mundo pelo trabalho árduo que fazem todos os dias!

Fonte: Newsner

Facebook

Quer mais histórias? Click »